Home / Atores /

12 filmes de drama imperdíveis para assistir em cada mês do ano

12 filmes de drama imperdíveis para assistir em cada mês do ano

 

Desta vez resolvemos reunir uma seleção de bons filmes de drama para que possa assistir disfrutando de excelentes argumentos e atuações: 12 filmes dramáticos, um para cada mês do ano.

Mas atenção que nem todos os filmes que escolhemos desta vez são fáceis de ver. Se não gosta de emoções fortes não vai poder ver todos os filmes de drama desta lista.

Agora apague as luzes e boa sessão!

 

12 filmes de drama que emocionam

 

Mr. & Mrs. Bridge (1990)

Uma história acerca de relações sentimentais, baseada em dois romances de Evan S. Conell e realizada por James Ivory, autor de títulos como “Um Quarto com Vista Sobre a Cidade”, “Regresso a Howards End” e “Os Despojos do Dia”, entre outros. A vida quotidiana de um casal norte-americano de classe alta, durante os anos trinta e quarenta. Os seus filhos já são crescidos, circunstância que, unida à passagem do tempo, evidencia as decepções e diferenças que se foram produzindo entre o casal. O romantismo e ilusão de outrora ficaram para trás, e o seu casamento transformou-se numa experiência completamente insatisfatória. “Mr e Mrs. Bridge” valeu a Joanne Woodward o prémio de Melhor actriz e a Ruth Prawer Jhabvala o de melhor argumento pelo Círculo de Críticos de Nova Iorque em 1990. O filme foi também homenageado com o Grande Prémio da Crítica Italiana no Festival de Veneza, nesse mesmo ano.

Com: Paul Newman e Joanne Woodward

 

La Bamba (1987)

Trata-se de uma biografia sobre o cantor, guitarrista e compositor de rock Ricardo Valenzuela, que alcançou a fama em finais dos anos 50 com o pseudónimo de Ritchie Valens. De origem humilde, Ricardo começou a actuar muito cedo em festas e bailes. Em 1958 assinou um contrato discográfico, e a sua canção “Come On, Let’s Go” foi um êxito rotundo. Mais tarde viriam canções como “Donna”, inspirada numa rapariga por quem se apaixonou, e “La bamba”, que venderam milhares de cópias nos Estados Unidos e Grã-Bretanha. Nesse mesmo ano, fez uma digressão pelo país e apareceu em numerosos programas de televisão. Em 1959, quando iniciava uma segunda digressão, o avião em que viajava despenhou-se, e morreu junto com outras estrelas do rock como Buddy Holly e Big Bopper. Ainda não tinha feito dezoito anos.

Com: Lou Diamond Phillips e Esai Morales

 

The Inner Life of Martin Frost (2007)

“The Inner Life of Martin Frost / A Vida Interior de Martin Frost” é a segunda longa-metragem realizada pelo escritor norte-americano Paul Auster, depois de «Lulu on the Bridge» (1998), e é baseado parcialmente no romance do mesmo autor «O Livro das Ilusões». Filmado em Maio de 2006 em Lisboa e na zona de Sintra, o filme – uma co-produção da Clap Filmes (Portugal), Alma Films (França) e a Tornasol Films (Espanha) – relata o encontro de um escritor de sucesso com uma mulher misteriosa. A descansar sozinho numa casa de campo depois de publicar o seu último romance, é surpreendido por uma misteriosa mulher deitada a seu lado, e, fascinado pela sua beleza e inteligência, apaixona-se por ela, levando-o a escrever o livro “mais que perfeito”.

Com: David Thewlis, Irène Jacob e Michael Imperioli

 

Les Âmes Fortes (2001)

O tempo de acção de “Les Âmes Fortes / Almas Fortes” inicia-se com um flashback ao passado de Thérèse que, aos 22 anos, fugiu dos campos que a viram nascer, com o seu namorado Firmin para uma pequena cidade de França. Aí, apercebendo-se de alguma influência que a sua personalidade e condição poderão exercer sobre o seu semelhante, Thérèse acaba por estabelecer uma relação muito próxima com a benfeitora da cidade. Uma ligação intensa que nasce do mútuo fascínio entre estas duas ‘almas fortes’. Ao longo da noite desenha-se a história de uma vida. Será que alguma vez vamos saber a verdade sobre Thérèse?. “Almas Fortes” retrata num tom romanesco a complexidade das relações humanas e as inescrupulosas atitudes que o ser humano é capaz de assumir.

Com: Laetitia Casta, Frédéric Diefenthal, Arielle Dombasle, John Malkovich e Charles Berling

 

Birthday Girl (2001)

John é um banqueiro de brandos modos que apesar de ter uma boa situação económica nunca conseguiu ter sorte no amor. Cansado de esperar pela mulher que tanto idealizou, John resolve tentar a sua sorte com uma noiva de encomenda por e-mail, que conheceu num site da Internet. A sua ligação amorosa da Internet é a enigmática Nadja. Quando os primos russos de Nadja, Yuri e Alexei, aparecem para festejar o seu aniversário, a vida de John fica completamente virada de pernas para o ar. De repente, à medida que ele descobre a verdade acerca da sua ligação, passa-se de uma história de amor, a um drama de suspense com alguns toques de humor negro. Para melhor encarnar a personagem, a protagonista insistiu em aprender a falar russo dotando o seu papel de mais credibilidade.

Com: Nicole Kidman, Ben Chaplin, Mathieu Kassovitz e Vincent Cassel

 

The Mystic Masseur (2001)

Este é o primeiro romance de V.S. Naipaul, vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 2001, a ser transposto para o grande écran. “The Mystic Masseur” conta a história de Ganesh Ransumair, um professor que vive em Port of Spain, a capital de Trinidad, e que regressa à vila natal para tratar do funeral do seu pai. Aí apercebe-se que o sonho da sua vida é ser escritor, deixar uma marca sua na sociedade e honrar o nome do pai. Ganesh acaba por abandonar a vila em busca de paz e tranquilidade para escrever. Mas, o dinheiro é pouco e o seu primeiro livro acaba por não vender. Numa tentativa de aumentar os seus rendimentos, o professor usa o seu talento com as mãos para se tornar o massagista da aldeia. A sua fama nessa função começa a espalhar-se e o seu destino muda para melhor, aumentado o volume de vendas do seu livro. O sucesso é tal que ele arrisca a sorte na política e resolve regressar a Port of Spain como membro do parlamento.

 

Com: Om Puri e James Fox

 

Los Porfiados (2002)

A primeira obra de Mariano Torres Manzur, “Los Porfiados / Os Obstinados” é uma agradável surpresa. Uma co-produção Argentina / Portugal, Os Obstinados mostra as desilusões dos desesperados, num retrato contemporâneo e fiel da sociedade do século XXI. Uma milícia terrorista, formada essencialmente por desiludidos na vida e sem perspectivas futuras, tornam o caos uma sociedade egocêntrica. No comando deste grupo, um anarquista.

Com: Mario Paolucci e Germán de Silva

 

Pau i el seu germà (2001)

Alex trabalha no porto de Barcelona até ao dia em que decidiu deixar tudo para ir viver para uma pequena povoação dos Pirenéus. Nunca enviou notícias e, muito tempo depois da saída, o seu irmão Pau e a sua mãe Mercè recebem a notícia de que ele se suicidou. Dispostos a descobrir o porquê da sua morte, mudam-se para a povoação onde ele viveu os últimos meses. Ali conhecem Sara, a sua noiva, que, sem saber que ele morreu continua à espera que a vá buscar para irem viver juntos na cidade. Conhecem ainda o seu amigo e chefe Emili, que, há alguns anos, decidiu mudar de vida e deixar a família para ir viver sozinho na montanha, e Toni, que trabalha com Emili e está secretamente apaixonado por Sara. Cada um deles descobre um novo Alex através dos outros e a sua ausência ajudá-los-á a definir melhor os seus objectivos e necessidades.

Com: David Selvas e Nathalie Boutefeu

 

Yadon ilaheyya (2002)

A acção decorre na cidade de Nazaré, que sob a aparente normalidade, parece estar a ficar louca. Um homem, cuja empresa está em perigo, tenta agarrar as coisas, de modo a quebrar o círculo das discussões. Contudo só consegue destruir-se a si próprio. Este homem é o pai de E.S., que mora em Jerusalém e que se apaixona por uma jovem palestiniana de Ramallah. E.S. divide-se entre este amor e o pai doente, tentando manter os dois vivos. Devido à situação política, a liberdade de movimento da mulher pára no posto de controle militar israelita situado entre as duas cidades. Os dois amantes não podem passá-lo e só encontram um pouco de privacidade num parque de estacionamento deserto junto ao posto. Na incapacidade de escapar à realidade da ocupação, o seu desejo vai dar origem a violentas repercussões.

Com: Elia Suleiman e Manal Khader

 

Monster’s Ball (2001)

“Monster’s Ball / Depois do Ódio” narra a história de Hank Grotowski, um guarda prisional racista que vê a sua vida mudar quando se apaixona por Leticia, mulher de um negro condenado à morte. Expondo os difíceis problemas dos preconceitos raciais no sul dos Estados Unidos, a acção do filme centra-se numa prisão onde pai e filho brancos estão empregados. Hank é ultra conservador, intransigente e violento com o filho que, contrariamente à sua vontade, carrega aos ombros o peso de uma tradição familiar e social de segregação. Ambos trabalham no corredor da morte, onde estão a preparar a cadeira eléctrica para um negro condenado, Lawrence Musgrove. Mas a situação vai alterar-se quando o racista Hank começa a mudar de comportamento depois de conhecer Leticia, a mulher do prisioneiro, ao salvar o seu filho de ser atropelado.

Com: Billy Bob Thornton, Halle Berry, Peter Boyle e Heath Ledger

 

R-Xmas (2001)

Em Manhattan, um Natal idílico está prestes a ser destruído por uma luta entre traficantes de droga rivais. Uma família goza tranquilamente as festas, no seu pitoresco apartamento inteiramente proporcionado pelo dinheiro da droga, quando o terror invade o lar com o rapto do marido. O raptor exige droga e dinheiro, pois o sequestrado tem relações que lhe permitem satisfazer os pedidos do criminoso. A época natalícia, combinada com a carestia da droga na cidade, causa problemas e, para complicar ainda mais as coisas, a mulher do raptado começa a ter dúvidas acerca da autenticidade do rapto do marido.

Com: Ice-T, Drea DeMatteo, Lillo Brancato, Victor Argo e Lillo Brancato Jr

 

Irréversible (2002)

“Irréversible” é o filme de todos os porquês. A história gira em torno de uma jovem que abandona uma festa deixando lá o seu namorado e o ex-marido. No caminho de regresso, acaba por ser violada por um desconhecido. Enquanto o companheiro decide vingar a sua honra, o ex-marido tenta acalmá-la, mas também ele acaba por ceder à violência. Porque o tempo destrói tudo, porque alguns actos são irreparáveis, porque o homem é um animal, porque o desejo de vingança é um impulso natural, porque a maior parte dos crimes fica impune, porque a perda do ser amado destrói como um raio, porque o amor é fonte de vida, porque as premonições não alteram o curso das coisas e porque o tempo revela tudo. O melhor e o pior.

Com: Monica Belluci e Vincent Cassel

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *