Home / Documentários /

Animação sobre a vida de Van Gogh com 65 mil pinturas a óleo

Animação sobre a vida de Van Gogh com 65 mil pinturas a óleo

 

Dirigida pela cineasta e pintora polonesa Dorota Kobiela e pelo produtor britânico Hugh Welchman, que ganhou um Óscar com o curta “Pedro e o Lobo” em 2008, a obra Loving Vincent é um marco para o cinema: inspirada no pintor Vincent Van Gogh (1853-1890), trata-se da primeira animação criada inteiramente com pinturas de tinta a óleo sobre tela, em um total de 65 mil, uma média de 12 por segundo.

 

Como foi produzido o filme com as pinturas de Van Gogh?

A obra é baseada nos quadros e nas cartas de Van Gogh. Foram seis anos de trabalho, um ano completo apenas para pensar em como os quadros do artista holandês se transformariam em cenas de filme.

Atores reais gravaram as cenas, que foram incrementadas com efeitos especiais de computação gráfica para criar um cenário semelhante ao das telas originais de Van Gogh. Essas gravações, por sua vez, foram reproduzidas em pinturas a óleo através de 125 pintores que adotaram o estilo das pinceladas de Vincent Van Gogh.

Além dos 65 mil quadros, cerca de 1345 foram descartados. Ao final das filmagens, restaram os últimos quadros de cada cena, 853 no total, dos quais duzentos vão ser colocados à venda.

 

No site oficial do filme Loving Vincent, estão sendo vendidas edições limitadas de cópias destas pinturas, impressas em alta resolução, por 135 euros (R$ 504) a 185 euros (R$ 691), valores de uma mera “reprodução de uma reprodução” de Van Gogh, que ironicamente morreu pobre.

Confira o Making-of do filme no YouTube:

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *