Home / Cinema /

Entrevista Cineclube do Porto: a casa de excelência para cinéfilos

Entrevista Cineclube do Porto: a casa de excelência para cinéfilos

Mídia Kit Blog Mundo de Cinema
 

O Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto (CPC-CCP) é, como todos os Cineclubes, uma associação cultural sem fins lucrativos cujo objetivo principal é a divulgação do cinema. É uma sociedade de espectadores que gosta de ver, discutir e refletir sobre cinema e que se organiza para partilhar essa experiência com outros, ou seja, um grupo que reconhece na experiência do visionamento do filme em sala a existência plena do cinema – o cinema no seu lugar próprio.

Fundado a 13 de Abril de 1945 por Hipólito Duarte, o Cineclube do Porto foi o primeiro cineclube do país. Sobre a criação do Cineclube do Porto, sabe-se que a sua designação inicial foi Clube Português de Cinematografia e que foi criado na sequência de um grupo organizado por Hipólito Duarte no liceu Alexandre Herculano, no Porto.

O CPC-CCP exibe, desde 2013, duas vezes por semana na Casa das Artes. Atualmente às Quintas-feiras às 21.30 e aos Sábados às 18h. O CPC-CCP organiza também regularmente sessões especiais, filmes-concerto, oficinas, exposições e publicações. Perante todo este património cultural ativo falamos com Joana Canas Marques, Presidente da Direção do CPC-CCP, para entender qual o rumo desta instituição histórica.

 

Confira agora a entrevista completa

Mundo de Cinema (MC): Quem organiza e com que apoios?

Joana Canas Marques (JCM): O Cineclube do Porto é uma sociedade de espectadores que se organiza, paga uma quota e elege a sua administração. A administração do CPC-CCP é exercida pelos seguintes órgãos sociais: Mesa da Assembleia-Geral, Direção e Conselho Fiscal.

Em 2014 o CPC-CCP, por várias circunstâncias externas, viu-se forçado a deixar a sua sede na Rua do Rosário, no Porto, não tendo desde então uma casa que possa apelidar de sua. No entanto, e no âmbito da prestação de serviços acordada com a Direção Regional de Cultura do Norte, temos uma sede temporária na Rua António Cardoso, Casa Allen / Casa das Artes, onde apresentamos as nossas sessões regulares.

O CPC-CCP tem também contado com o apoio e colaboração de diversas entidades nacionais, tais como: o Arquivo Municipal do Porto – Câmara Municipal do Porto, Árvore – Cooperativa de Atividades Artísticas, Casa da Animação, Cinemateca – Museu do Cinema, Instituto Camões, Instituto do Cinema e Audiovisual, Mimo – Museu da Imagem em Movimento, Museu Nacional Soares dos Reis, entre outras.

(MC): Qual a principal motivação CPC-CCP?

(JCM): O principal objetivo do Cineclube do Porto é proporcionar cinema de qualidade numa oferta regular que desenvolva cultura. Para além da programação regular, realizamos ainda sessões e ciclos especiais, filmes-concerto, exposições, publicações e formações na área do cinema.

Podemos destacar a sessão do 72º aniversário que aconteceu no Cinema Passos Manuel com o filme “O gabinete do Dr. Caligari”, de Robert Wiene, musicado ao vivo por Filho da Mãe; cinema ao ar livre, em Agosto, com “As noite de Boris” numa parceria com o restaurante da Cooperativa Árvore; e a organização do ciclo dedicado a Saguenail, que contou ainda com a edição de um catálogo.

Desde 2010, o Cineclube do Porto criou um programa de internacionalização do cinema português tendo sido curador dos programas Aula Aberta, em parceria com o Instituto Camões; Portuguese Abroad e também o programa Portuguese Enigma, em parceria com a Associação Cultural PlusEast, onde mostramos filmes portugueses produzidos ou realizados na Europa do Leste.

 

(MC): Quais as características diferenciadoras do CPC-CCP?

(JCM): A estratégia de programação do Cineclube do Porto na Casa das Artes passa por aliar filmes recentes, que tiveram pouco espaço de exibição no Porto ou que não chegaram a passar na cidade, com filmes que cremos importante de serem vistos em sala. Para isso, a nossa programação organiza-se em ciclos mensais temáticos o que nos permite uma certa liberdade programática assim como uma articulação com a carteira de filmes disponibilizados pelas distribuidoras.

Este equilíbrio nem sempre é fácil mas acreditamos que os bons resultados nas sessões provam que a equipa da Casa das Artes tem feito um bom trabalho. Acreditamos que a cidade do Porto pede e tem público para uma programação regular mais diferenciada, um pouco mais exigente e que proporcione o necessário para que este público em crescimento se mantenha fiel e volte a ganhar o hábito de ida às salas de cinema.

Não podemos deixar de manifestar o nosso agrado pelo número crescente de novos sócios e pela sua constante participação nas nossas sessões regulares e sessões especiais, indicadores muito positivos.

(MC): Como imaginam o futuro deste projeto?

(JCM): Em parceria com o Arquivo Municipal do Porto – Casa do Infante, estamos a realizar o tratamento de parte do acervo histórico do Cineclube do Porto por forma a torná-lo disponível para consulta a investigadores e ao público em geral.

No próximo triénio queremos ainda reforçar o nosso papel na atividade internacional, programando cinema português no estrangeiro; retomar a atividade do clube 8mm, um projeto de cineclube infantil que por dificuldade de meios ficou suspenso; e tornar as nossas sessões regulares mais ricas apostando em sessões comentadas, algo que já vínhamos a fazer pontualmente. Pretendemos sempre programar mais e exibir mais filmes, para que todos os que partilham connosco o gosto pelo cinema possam ver, em sala, cinema de qualidade.

Podemos desde já adiantar que estamos neste momento a preparar uma publicação sobre a história dos 75 anos do Cineclube do Porto, para lançar em 2020.

INFO E LINKS OFICIAIS

NOME: Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto

WEB: https://cineclubedoporto.wordpress.com

FACEBOOK: https://www.facebook.com/cineclubedoporto

As sessões regulares do Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto têm lugar: Quinta-feira às 21.30 e Sábado às 18h, na Sala Henrique Alves Costa | Casa das Artes | Rua de Ruben A. 210, 4150-639 Porto, Portugal

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *