Home / Cinema /

Descubra erros de Filmes de Terror que nunca pode cometer na vida real

Descubra erros de Filmes de Terror que nunca pode cometer na vida real

 

Nos últimos meses constatamos que o género do terror é um dos favoritos dos nossos leitores do Mundo de Cinema. O que faz todo o sentido, se o que procuram é uma forma de viver emoções no auge. Conhecidos por deixar o telespectador na ponta da sua cadeira, a roer as unhas de medo ou completamente alheio ao que vai acontecer a seguir à sua personagem favorita, os filmes de terror continuam a fazer sucesso nas bilheteiras e prometem continuar a ter uma larga base de fãs nos próximos anos.

Todavia, observando os filmes de terror de uma perspetiva mais afastada e até mesmo crítica, conseguimos perceber que existem certos clichés presentes nos filmes que se podem tornar cansativos. Mesmo que alguns realizadores ainda consigam fazer uso destes clichés, os telespectadores por vezes já sabem o que vai acontecer quando certa personagem diz uma determinada coisa ou decide ir a um determinado sítio. De repente, um banho de sangue surge à nossa frente no ecrã, levando-nos ao suposto clímax da acção… mas o impacto causado é menor do que é suposto, porque estávamos exatamente à espera de que tal fosse acontecer.

Orientados por certos erros fatais que personagens cometem frequentemente em filmes de terror, decidimos elaborar este guia para sobreviver em filmes do género. Para todos os fãs do horror, temos a certeza de que este artigo fará sentido… e para todos os que um dia se virem confrontados em cenas dignas de um filme de terror, esperamos que as dicas aqui enunciadas sejam de facto úteis.

Evite os próximos erros de filmes de terror

1 – Não investigue nada por si mesmo ou diga que “Já volta”

Está com sede? Peça um gole da bebida a outra pessoa. Esqueceu-se alguma coisa na floresta? Deixe estar, não precisa delas. Ouviu um barulho estranho na cave? Ponha a televisão mais alta. Faça o que fizer, não se afaste do seu grupo de amigos. A típica frase “Pessoal, já volto” tornou-se quase em cima mesma um verdadeiro filme de terror e garantia absoluta de que a personagem nunca mais será vista.

2 – Vire a cabeça, porque o assassino está sempre atrás de si

Às vezes precisa apenas de olhar para trás para encontrar o assassino em vez de procurar pela casa toda ou de abrir os armários e espreitar por debaixo das cama. “Onde está o assassino?” A resposta: está mesmo atrás de ti. No cinema, podemos aprender esta lição em inúmeros filmes, como The Silence of the Lambs, quando a agente do FBI Clarice Starling passa grande parte do seu tempo sem perceber que o assassino está quase tão perto como a sua própria sombra.

3 – Nunca veja um filme de terror se estiver num

Se a sua noite de cinema de terror começa a parecer misteriosamente autobiográfica, acenda imediatamente as luzes e certifique-se de todas as facas de cozinha estão no seu respectivo lugar. Se estão a circular nas notícias relatos de fugas prisionais ou rituais demoníacos misteriosos, mantenha-se longe dos filmes assustadores… porque provavelmente está num.

4 – Verifique se o carro está a funcionar

Se teve oportunidade de fugir do assassino, lembre-se que os carros tipicamente não são confiáveis. A bateria deixa de funcionar sempre no momento mais estranho e inconveniente, deixando-o preso a um momento do qual não consegue fugir. Por isso mesmo, antes de fugir para o carro, certifique-se de que traz a chave (e um par extra de chaves) e de que fez a inspecção periódica há pouco tempo… caso contrário, o mais provável é que morra.

5 – Não se separe dos seus amigos

 

A maioria de nós aprendeu esta lição quando tínhamos 5 anos ao ver os desenhos animados de Scooby Doo: sempre que Shaggy e Scooby perdiam-se sempre do resto do grupo e acabavam por se meter em sarilhos. Os que não se separarem provavelmente acabam como o elenco de The House on Haunted Hill que, mesmo tendo sobrevivido mais tempo, foram morrendo um a um. Ainda assim, é uma alternativa mais engraçada.

6 – Casa assombrada? Vá-se embora!

Se você (ou um dos seus filhos) obtiver qualquer tipo de prova credível de que a grande casa velha para a qual se acabou de mudar está assombrada, então nem penses duas vezes e mude-se imediatamente. O investimento que fez na casa em nada de compara à sua vida. Faça as malas, empacote tudo e venda a casa ao melhor preço que conseguir… escondendo, obviamente, o pequeno detalhe que você descobriu.

7 – Use sapatos confortáveis

Recebeu telefonemas ameaçadores ultimamente? Alguma mensagem enigmática rabiscada em sangue após o assassinato do seu melhor amigo? Você provavelmente é o próximo. Noites de susto raramente permitem mudanças de guarda-roupa, por isso use calçado confortável, mesmo em eventos formais. É melhor estar prevenido com uma hipótese para fugir, do que estar com sapatos de tacão alto que, mesmo que elegantes, nos vão fazer tropeçar pelo caminho.

8 – Evite bailes de finalistas

Bailes de finalistas devem ser evitados a todo o custo porque proporcionam o momento perfeito para todo o tipo de terrores: ataques de vampiros, assassinatos de vingança ou uma rainha do baile que tem capacidades mentais que está disposta a usar para obter a sua vingança. E, tendo em conta que as fotografias acabam quase sempre por ser más, o melhor é não arriscar.

9 – O inimigo nem sempre está morto

Se por sorte do destino conseguir matar o assassino que o perseguia, não comece a celebrar a sua vitória tão cedo. Muitos filmes surpreendem-nos ao atrasar de volta o assassino… ou acham que surpreendem. Só porque o atacante está caído no chão, a sangrar e completamente imóvel, não significa que daí a uns segundos não se possa levantar de novo para nos perseguir. Por isso mesmo, é recomendável que dê sempre um segundo golpe fatal para que o que está morto se mantenha dessa forma.

10 – Não tire as calças

Muitos filmes de terror que envolvem cenas de sexo acabam por terminar com um final nada feliz. Se quiser aumentaras suas hipóteses de sobrevivência, mantenha a sua virgindade por mais uma noite e as suas roupas vem vestidas. E cuidado com os chuveiros: Psycho ensinou-se que o melhor, às vezes, é tomar banho com a roupa vestida, não vá um assassino surgir com uma faca enquanto se ensaboa.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *