Home / Comédia /

A não ver: o filme Brad’s Status com Ben Stiller

A não ver: o filme Brad’s Status com Ben Stiller

 

Ben Stiller tem o condão de ser um tipo irritante nos filmes que faz.

Não sabemos se foi aconselhado por Will Ferrell – considerado um Deus da Comédia nos EUA, para mim tem coisas boas mas é manifestamente sobrevalorizado… gostei de vê-lo em Eastbound and Down e pouco mais -, nem isso interessa para alguma coisa.

Metamos os cintos.

Este filme é bera, é pífio, é mau demais.

Fujam enquanto é tempo e sobram trocos para ir ver um Sharknado qualquer da life… Porque vale mais a pena.

Apesar da banda sonora ser a única coisa que se tira de jeito do filme – que até tem um cast porreiro, está lá Michael Sheen (Gospel Of Us), um Owen Wilson dos pobres, perdão, Luke Wilson (Legally Blonde), está lá mais não sei quem que até já fizeram coisas fixes -, e eu que sou fã de coisas sonoras, o filme é para lá de horrendo.

A verdade é que a ‘energia’ que vende, através do guião em espiral raivosa e depressiva, resulta na perfeição. Se o filme me irritou é porque pelo menos é coerente na premissa e na execução.

A questão é que a Cara de Ben Stiller ali é a cherry on top que ninguém quer papar durante hora e pancada de filme, bom, mau ou assim-assim.

Ben Stiller conseguiu basicamente que eu deixasse de gostar de Cinema durante o filme Brad’s Status

Brad’s Status não merece estrelas, merece sanita e autoclismo.

Brad’s Status não pede sequelas nem spin offs, merece um Adam Sandler ao lado, 1 foguetão e 2 bilhetes para Neptuno para que nunca mais ouçamos falar de um e outro.

Brad’s Status é terrivel na medida em que não fala de nada de especial nas nossas vidas.

Sim, olé pelo efeito de comparação, de um self looking glass gone plural, de alguém que ainda não marrou num livro de self improvement e continua amarrado a um passado cheio de tudo que no fundo é coisa alguma, pelo andar do argumento bluffeiro, porque é chato, previsível, sim, tal como a vida, tal como qualquer reflexão oca e monocromática de Ben Stiller, que me fez relembrar por várias vezes este menino aqui ó

 

 

 

(com todo o respeito pelo nosso Manel, que escreverá sempre melhor que Mike White)

Mike White (School of Rock) sabe mais que isto. A sério, que tiro na água pá.

Ben Stiller não sabe muito mais, é um tipo que há uns anos pediu um skate à mulher no Natal e por isso vamos sempre dar-lhe o descontozinho “cota cool” (este truque não funciona com Adam Sandler nem nunca funcionará!).

Fujam de Brad’s Status. Não vale puto.

Nem o puto que entra escapa ao tédio geral.

Fica a nota positiva (talvez única) neste filme

 

 

(btw: a BSO de Mark Mothersbaugh é a única coisa de jeito aqui. Transmite 90% da energia da longa!)

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *