Home / Séries de TV /

Game of Thrones: a adaga de aço valiriano parece estar de volta

adaga

Game of Thrones: a adaga de aço valiriano parece estar de volta

Mídia Kit Blog Mundo de Cinema
 

No blog Mundo de Cinema falamos já de vidro de dragão, uma substância letal que pode ser encontrada em Dragonstone e que Samwell Tarly (interpretado por James Bradley) descobriu nas suas investigações na Citadela. O vidro de dragão, como poderemos ver no futuro, é uma arma poderosa para lutar a ameaça crescente dos White Walkers que tenham invadir Westeros a partir do Norte.

No entanto, poderá não ser a única arma. Uma adaga que já teve algum protagonismo na primeira temporada da série fez uma breve aparição no primeiro episódio da sétima temporada… ainda que muitos telespectadores não tenham notado ou considerado sequer relevante, visto que não vêm a adaga há muitos episódios.

Quem fizer uma pausa no momento certo do episódio consegue ver a seguinte imagem:

Esta adaga desenhada no livro que Sam está a ler corresponde na perfeição à adaga que um assassino pago tentou usar para matar Bran Stark, no segundo episódio da primeira temporada, quando este estava confinado ao quarto, inconsciente, a recuperar da queda da torre onde tinha visto a rainha e o seu irmão gémeo envolvidos amorosamente. A adaga, de certa forma, foi uma das provas que desencadeou a Guerra dos Cinco Reis. Vamos lá desconstruir isto cronologicamente.

Quando Catelyn Stark impediu o assassino de matar o seu filho, bloqueando a lâmina com a sua própria mão e sofrendo cortes severos, ficamos a saber que se tratava de uma adaga incrivelmente valiosa, feita de aço valiriano. O aço valiriano, à semelhança do vidro de dragão, é uma substância rara. Embora existam algumas espadas feitas com este aço, é difícil obter uma. Além do mais, as propriedades deste aço não são totalmente conhecidas.

 

Após o ataque, e suspeitando que os Lannister estariam por detrás daquele ataque, munindo o assassino com uma adaga tão letal e valiosa, Catelyn parte para a capital para partilhar as suas suspeitas com Eddard Stark. No bordel onde se encontram, uma das propriedades de Lord Petyr Baelish – conhecido como Mindinho – descobrem nada mais, nada menos que a adaga é sua. Ou era. Mindinho revela que perdeu a adaga numa aposta contra Tyrion Lannister.

Esta acusação é suficiente para que Catelyn Stark, na sua viagem de regresso a Winterfell, prenda Tyrion ao encontrar-se com ele numa estalagem. A adaga, entretanto, regressa para as mãos do Mindinho e nunca mais é vista.

A adaga que regressa na sétima temporada

Pelo menos, até à sétima temporada. Os criadores da série David Benioff e D. B. Weiss não deixam nada ao acaso e a inclusão da adaga num livro da Citadela quer dizer alguma coisa. Poderão as propriedades do aço valiriano ser semelhantes ao de vidro de dragão? Tendo em conta que a informação sobre o vidro está algumas páginas adiante, parece bastante óbvio. E poderá a adaga ter mais valor do que aparenta? E, acima de tudo, quem tem a adaga?

Isto leva-nos a outra pista que nos foi dada acerca da adaga e do futuro que lhe é reservado na série. Nas fotografias promocionais da sétima temporada, capturadas pela revista Entertainment Weekly, a adaga pode ser vista, surpreendentemente, no cinto de Arya Stark. Como é que a adaga foi aí parar? Essa é uma pergunta que recebeu resposta no quarta episódio da série, quando o Mindinho presentou a arma a Bran e este, por sua vez, a ofereceu à sua irmã mais nova.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *