Home / Marketing de cinema /

House of Cards: a incrível campanha com o antigo fotógrafo de Obama

House of Cards

House of Cards: a incrível campanha com o antigo fotógrafo de Obama

  

Não há margem para dúvidas de que as melhores séries televisivas, aquelas que melhor captam os nossos sentidos e aguçam o nosso interesse, são aquelas que conseguem pegar na realidade que acontece à nossa volta para a manipular. A questão é que tal manipulação acontece de forma tão realista e fidedigna, obedecendo sempre a uma génese tão próxima de nós, que a série se consegue tornar perturbadora.

É isto que acontece com House of Cards, uma série original da Netflix, que estreia no próximo dia 30 de maio a sua quinta temporada. Em Portugal, a série será primeiro exibida no canal pago TVSéries enquanto no Brasil será disponibilizada na íntegra no Netflix.

Para quem não conhece a premissa desta série, a ação gira à volta da personagem de Frank Underwood (interpretado por Kevin Spacey) e da sua jornada pouco católica, se assim lhe podemos chamar, até ao cargo mais poderoso do mundo: Presidente dos Estados Unidos da América. A partir de uma missão que se assume como vingança pessoal ao Presidente Eleito, por ter voltado atrás no que tinha prometido a Frank, a personagem inicia um círculo de conspirações, manipulação jornalística e jogos sujos para alcançar a presidência.

No entanto, desde que alcançou finalmente o seu lugar na Sala Oval da Casa Branca (no final da segunda temporada) que temos assistido, de episódio para episódio, à forma como governa os Estados Unidos. O facto de muito do seu percurso ser semelhante a de figuras políticas reais – Michel Temer parece mesmo ter-se orientado na série para alcançar a presidência do Brasil, dada as semelhanças absurdas da sua jornada – torna a série mais interessante ainda.

Contando ainda com a interpretação de Kevin Wright, que vive o papel de Claire Underwood, a esposa de Frank e sem sombra de dúvidas uma das personagens mais importantes da série, House of Cards é muito mais do que uma série sobre política. A crueza da ação, das jogadas políticas feitas, mas também do impacto emocional que têm para as relações humanas tem muito que se lhe diga.

Numa entrevista recente dada no programa televisivo Ellen, Robin Wright referiu mesmo o paralelismo do enredo de House of Cards com o que se passa atualmente nos Estados Unidos. “O Trump está a ganhar-nos. As nossas ideias para a série estão a a acabar, ele está a roubar-nos tudo”, brincou a atriz, que interpreta a primeira-dama Claire Underwood. “Fico chocada todas as manhãs quando acordo e vejo as notícias.”

Ellen, que em várias ocasiões protestou contra o presidente Donald Trump, concordou com a atriz: “A ideia de um programa de televisão é proporcionar entretenimento, é para mostrar algo que supostamente não pode acontecer. No entanto, não dá para competir com o que (Trump) está a fazer”.

E não é só através do enredo da série que House of Cards brinca com os corações dos fãs. Todos os anos, a série é suportada por um enorme aparelho de marketing e publicidade, brindando-nos com trailers poderosos, spots publicitários que se assemelham a vídeos de campanha política ou até mesmo fotografias presidenciais. Mas este ano a Netflix foi mais longe ainda e contratou nada mais nada menos que Pete Souza, que até há pouco tempo assumia o cargo de fotógrafo oficial do Presidente Obama, para fotografar Frank Underwood em contexto presidencial, em inúmeros momentos em que se faz rodear pelo público.

Esta campanha, composta por uma galeria de fotografias, é genial e torna apenas mais realista a ideia de que Frank Underwood podia mesmo ser o Presidente dos Estados Unidos da América.

House of Cards: a incrível campanha com o antigo fotógrafo de Obama

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *