Home / Notícias de Cinema /

Terry Gilliam: Portugal recebe filmagens para o novo filme do realizador

Terry Gilliam: Portugal recebe filmagens para o novo filme do realizador

 

O nome de Terry Gilliam é bem conhecido no Mundo do Cinema. O realizador norte-americano, que em tempos integrou o grupo humorístico inglês Monty Phyton, consagrou-se na indústria cinematográfica nas últimas décadas, tendo-nos brindado com longas metragens icónicas como Brazil, em 1985 e The Imaginarium of Doctor Parnassus, em 2009.

Com um estilo cinematográfico muito único, que tende a inclinar-se para temas como a imaginação e as questões metafísicas acerca da importância da vida, mas ao mesmo tempo vinculada a uma posição constante contra a burocracia e autoritarismo, o realizador prossegue com a sua carreira e promete fazer-nos chegar, nos próximos anos, filmes que expressem melhor do que nada a sensibilidade de comédia negra.

Mas falemos então do próximo projeto de Terry Gilliam e a razão porque nos é tão especial: o filme O homem que matou Dom Quixote tem como local de gravação locais em território português.

Com a coprodutora portuguesa Ukbar Filmes, o novo projeto cinematográfico de Gilliam contará com mais de 500 profissionais e o investimento de 1,2 milhões de euros. Em declarações à agência Lusa, conforme citado na imprensa portuguesa, a produtora Pandora da Cunha Telles diz que parte da rodagem do filme decorrerá no Convento de Cristo, em Tomar.

Entre o elenco que já está confirmado para o projeto encontram-se grandes nomes da atualidade cinematográfica, nomeadamente o ator norte-americano Adam Driver (que vimos recentemente na nova trilogia de Star Wars), o britânico Jonathan Pryce (que teve um papel importante na série Game of Thrones na sua mais recente temporada) e ainda o sueco Stellan Skarsgard, a atriz ucraniana Olga Kurylenko, a espanhola Rossy de Palma e a portuguesa Joana Ribeiro, além de centenas de figurantes locais.

 

Terry Gilliam manteve a coprodução portuguesa, agora com a Ukbar Filmes, depois de o projeto ter estado nas mãos do produtor Paulo Branco. Porém, segundo o realizador, Paulo Branco não chegou a avançar com a produção alegadamente por problemas de financiamento.

O filme O homem que matou Dom Quixote é já um projeto bastante antigo de Terry Gilliam. Tratando-se uma verdadeira produção cinematográfica, que envolve não só Portugal, como também Espanha, França, Bélgica e Inglaterra, o filme está orçamentado para um total de 16 milhões de euros dos quais uma fatia de 1,2 milhões está reservada às gravações a sucederem-se em Portugal.

Com argumento de Terry Gilliam e Tony Grisoni, o filme O homem que matou Dom Quixote é uma transposição do conhecido romance de Miguel Cervantes para a atualidade. Este é um projeto que se encontra em desenvolvimento há mais de 15 anos: aliás, algumas filmagens iniciais em 2000 tinham como protagonista Johnny Depp, mas foram interrompidas muito antes de estarem concluídas.

“Nesta adaptação livre, com direção de arte de Benjamín Fernández, a missão mantém-se porém a mesma: lutar contra as forças da escuridão, salvar nobres donzelas e seguir os sonhos até ao fim”, refere a produtora portuguesa em comunicado. “O projeto é também um sonho de longa data um dos mais criativos e visionários mestres da indústria cinematográfica mundial”.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *