Home / História do Cinema /

Descubra os piores melhores filmes já lançados!

Descubra os piores melhores filmes já lançados!

by Gonçalo Sousa

Share this article

Provavelmente para muitos de vocês o título de hoje não faz o menor sentido. “O que você quer dizer com piores melhores filmes?” Ouço suas vozes perguntando em minha cabeça (Acho que não é normal ouvir vozes).

Bem, como você já sabe, há um grande excedente de filmes ruins como Transformers ou a maioria das comédias de Adam Sandler que são principalmente irritantes, só falta lançarem um filme sobre um sapatenis masculino assassino (não duvido muito) já que existe um sobre pneu assassino e carro assassino.

Mas às vezes também existem esses raros diamantes cinematográficos, os filmes que são tão ruins em tantos níveis diferentes, que é praticamente impossível não rir de sua incompetência.

É difícil categorizar com precisão os bons filmes ruins, mas acho que a parte mais característica deles é a honestidade. O elenco deve pensar que está fazendo um bom filme e estar comprometido com sua visão estranha.

Embora esse lado do cinema tenha desfrutado até agora da apreciação de um público culto limitado, mas fanático, com a popularidade de The Room, indiscutivelmente o pior filme de todos os tempos, os filmes “tão ruins quanto bons” estão se tornando mais populares.

 

1. Zaat

Um cientista maluco se transforma em um monstro marinho e tenta encontrar uma garota para fazer o mesmo com ela. Se você espera mais de Zaat, você não ficará desapontado.

O filme dura praticamente uma hora e quarenta minutos, de um infeliz ator que anda por aí tentando não tropeçar, já que não vê direito através do traje extremamente mal feito da criatura.

A verdade é que o filme pode ser maçante, o que tenho certeza que vai chocar você depois de um enredo tão interessante, mas as tentativas fracassadas dos hilariamente incompetentes protagonistas de parar Zaat e sua embaraçosa justificativa de traje carregam um estranho encanto hipnótico.

 

2. Silent Night, Deadly Night 2

Poucos acontecimentos deixaram sua marca na história do cinema com tanta força quanto o infame “Natal sangrento” (título brasileiro) Felizmente, Silent Night, Deadly Night 2 não descansa sobre os louros, mas oferece uma infinidade de cenas hilárias, todas centradas na horrível interpretação de seu protagonista. A jornada assassina de Ricky, para se vingar da morte de seu irmão também assassino, é tão cheia de sangue e risos.

 

3. Bloodrayne

Aproveito para falar sobre Uwe Boll, o diretor alemão que está aproveitando uma janela fiscal em seu país para continuar fazendo seus filmes inaceitáveis. Você provavelmente não sabe que existem adaptações para o cinema dos jogos Far Cry, Alone in the Dark e House of the Dead e acredite em mim quando digo que há uma razão para isso.

Uwe Boll conseguiu fazer mais filmes ruins baseados em vídeo sozinho do que em Hollywood, e ele é muito rígido com os críticos de seu trabalho. E quando digo rigoroso, quero dizer que ele os desafia para lutas de boxe e os quebra na madeira! Bloodrayne é o culminar do diretor alemão, que combina sua lendária incompetência com um grande orçamento.

 

4. The Happening

Com Split, M. Night Shyamalan pode ter conseguido revitalizar um pouco sua carreira de diretor, mas nunca esqueceremos seu período sombrio após Signs. Lady in the Water era simplesmente estúpido, Depois da Terra entediante até as lágrimas, O Último Mestre do Ar ofensivo, mas The Happening (Fim dos Tempos) foi hilário! Uma doença que faz suicídio (espetáculo mais ridículo do que assustador) se espalha e um casal com uma menina tenta sobreviver.

Mark Wahlberg mantém a expressão confusa acima durante toda a duração do filme, culminando no conhecido ataque de “O quê!? Nããão !! ». Igualmente engraçado é a besteira de Zooey Deschanel, enquanto o confronto da seriedade usual de Shyamalan com a estupidez da trama transforma The Happening em uma verdadeira comédia.

Nos últimos minutos, porém, o roteirista e diretor consegue se superar, ao nos revelar que as plantas causam a doença pelas vibrações negativas emitidas pelo homem. Obra-prima!! (desculpe pelos spoilers)

 

5. The Wicker Man 

Era impossível perder uma homenagem com filmes ruins agradáveis sem mencionar o rei das performances exageradas de Nicholas Cage. Talvez o momento mais característico do ator venha do corte do diretor do remake de Wicker Man (O sacrifício). Cage interpreta um policial que é chamado a uma ilha isolada para investigar o desaparecimento de uma garota.

O filme consiste principalmente nas interações exageradas de costume do personagem incrivelmente incompetente de Cage com as mulheres malucas da ilha (que formaram uma seita que ama as abelhas por algum motivo) e se esforça para criar uma atmosfera assustadora, que termina em sua ignorância sobre o beira da paródia.

Caso contrário, este filme não valeria a pena ser citado se não fosse pela cena famosa do filme, em que os ilhéus colocam abelhas CGI falsas no rosto de Nicholas Cage, que por sua vez sofre um choque epiléptico na frente da câmera, gritando “Não !! Não as abelhas !! Eles estão nos meus olhos !! Meus olhos !!! ” embora não seja nem perto de seus olhos. Não há nada mais perfeito do que isso.

 

6. The Room

Ficou claro desde a concepção da ideia de uma homenagem aos bons filmes ruins, que o top foi pego. Não é por acaso que The Room é atualmente considerado o pior filme de todos os tempos, a uma altura em que foi lançado um filme sobre a sua criação.

Tommy Wiseau e sua obra-prima são tudo o que torna esse tipo de filme tão agradável. Uma pessoa única e completamente bizarra com o desejo ardente de se tornar uma estrela de cinema famosa e absolutamente nenhuma qualificação para alcançá-lo.

Mas o motivo pelo qual The Room se destaca de todos os outros da lista é porque ele permanece sistematicamente divertido. Quando você não sabe nada sobre a arte que é o cinema, é de se esperar que seu filme tenha muitos pontos chatos, pois falta ritmo por completo. No entanto, este não é o caso com The Room. Cada cena consegue ser memoravelmente ruim de sua maneira única.

O enredo em si não tem nada de especial, é o triângulo amoroso clássico. Mas essa história tão trivial, contada por um alienígena, se transforma em uma experiência surreal. É impossível encaixar todos os momentos hilariantes e as explosões icônicas em apenas um parágrafo.

De Tommy brincando com a bola de rúgbi vestindo jaquetas, às conversas visivelmente despejadas no telhado contra o pano de fundo da encantadora tela verde de São Francisco e da conversa incrivelmente antinatural na floricultura nas cenas de sexo com o umbigo do protagonista.

Desnecessário dizer, pelas interpretações de Tommy. Eles são literalmente de outro mundo. Qual ataque devemos primeiro lembrar ?? «Eu não bati nela. EU NÃO FIZ Ah, oi, oi Mark! ».Não tenho mais nada para te dizer, é só olhar !!

 

Esses são apenas alguns dos piores filmes já lançados, por serem tão ruins, acabam se tornando uma obra, são como uma contra parte dos melhores filmes já feitos, como se fosse um equilíbrio no universo. Provavelmente você acabou se interessando em ver algum desses para participar do grupo de críticos de cinema ruim. Vá fundo e dê umas boas risadas com essas pérolas do cinema!

Este texto foi criado pela equipa editorial da Blogzap.com.br, um site onde se pode ficar a par das últimas notícias e ler artigos fixe sobre vários tópicos.

POSTS RELACIONADOS

 

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published.