Home / Cinema Europeu /

Conheça todos os premiados da 8ª edição do Festival Primavera do Cine

Conheça todos os premiados da 8ª edição do Festival Primavera do Cine

Já são conhecidos os premiados da 8ª edição do Festival Primavera do Cine. La felicidad de los perros, de David Hernández,Chuva é cantoria na aldeia dos mortos, de João Salaviza e Renée Nader Messora ganham o prémio do público para a melhor longa-metragem galega e lusófona, respetivamente.

O Festival Primavera do Cine 2019, que ocorreu em Vigo – de 22 de abril a 5 de maio – continua a trabalhar para consolidar um espaço de encontro entre os profissionais audiovisuais galegos e a apresentar propostas cinematográficas que não encontram uma distribuição adequada nos circuitos de distribuição convencionais.

Para além das secções competitivas, houve muitas atividades paralelas de grande sucesso, como o Cinema nos Bairros, onde se projetaram obras lusófonas; Viva Cuba!, uma retrospectiva de cinema cubano; o Cine Miúdo, evento por onde passaram mais de 800 crianças; a palestra de interpretação de Morris; e a Festa dos Videoclips.

Ao todo foram exibidas 75 obras audiovisuais da Galiza e dos países lusófonos. A destacar a grande qualidade das obras em competição, premiadas e selecionadas nos melhores festivais internacionais.

Confira o Palmarés completo da VIII edição do Festival Primavera do Cine

O VIII Primavera do Cine projetou mais de 30 curtas-metragens e 10 longas-metragens galegas e lusófonas, em competição no certame, entre 30 de abril e 5 de maio.

O júri do festival – composto pelo argumentista e cineasta Alexandre Cancelo, Anabel G. Penín, que fez parte da direção do Cineclube Lumière (Vigo) e foi responsável pela Unidade de Igualdade da Universidade de Vigo; o crítico, programador e professor de argumento, José Manuel López; e a atriz e docente de interpretação, Lola Correa – distinguiram as seguintes obras:

Alva

Considerada a melhor longa-metragem Lusófona, Alva, de Ico Costa, filme que conta a história de um crime e como o seu protagonista decide esconder-se numa floresta, por “transmitir sem concessões a complexidade do comportamento humano. Pela sua capacidade de narrar subvertendo as formas clássicas do relato cinematográfico. Alva é uma aposta pelos limites da expressão artística que joga com maestria com o som e a contenção dramática para criar uma experiência artística única e reveladora”.

Deslembro

Este filme obteve uma menção especial na secção na secção de longas-metragens Lusófonas, Deslembro de Flávia F. Castro “pela sua capacidade de mostrar os espaços interiores de uma família e a sua sensibilidade apurada para retratar a passagem para a maturidade e a memória pessoal e coletiva”;

La Felicidad de los Perros

Distinguida como a melhor longa-metragem Galega, La Felicidad de los Perros de David Hernández destacou-se pela “sua força expressiva, a manipulação do tempo e a qualidade da sua aposta dramática. Por fazer do cinema uma experiência coletiva e sua capacidade para reunir talentos num projeto honesto de grande ambição artística. La Felicidad de los Perros encarna os valores de compromisso social, ético e estético que defende o festival Primavera do cinema “.

Palmarés completo VIII edição Festival Primavera do Cine

Prémio do Público Melhor Curta-Metragem Lusófona: “Narrativas dum Crime”, de Alison Zago (Brasil)

Prémio do Público Melhor Curta-Metragem Galega: “Beautiful Boy”, de Fran X. Rodríguez

Prémio do Público Melhor Curta-Metragem de Animação: “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Eça Guimarães (Portugal e França)

Prémio do Público Melhor Videoclip: “De Bruma e Salitre” (Mileth), de Xaime Miranda

Prémio do Júri Melhor Longa-Metragem Lusófona: “Alva”, de Ico Costa (Portugal, Argentina e França)

Menção Especial do Júri: “Deslembro”, de Flavia F. Castro (Brasil)

Prémio do Júri Melhor Longa-Metragem Galega: “La Felicidad de los Perros”, de David Hernández

Prémio do Público Melhor Longa-Metragem Lusófona: “Chuva e Cantoria na Aldeia dos Mortos”, de João Salaviza e Renée Messora (Brasil e Portugal)

Prémio do Público Melhor Longa-Metragem Galega: “La Felicidad de los Perros”, de David Hernández

Mais informações em http://primaveradocine.com

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *