Home / Filmes Musicais /

Os 10 melhores filmes musicais de todos os tempos

Os 10 melhores filmes musicais de todos os tempos

 

Os filmes musicais geram ainda hoje opiniões muito contraditórias entre os fãs de cinema. Se alguns acreditam que alguns filmes, como é o caso de Les Miserábles, dão demasiado enfoque à música, outros defendem que o filme, uma vez categorizado como musical, deve conter música do início ao fim. O resultado é o mesmo de sempre: alguns saem do cinema satisfeitos com o que viram (e, neste caso, ouviram) e outros a desejar que o filme tivesse acabado mais cedo.

Já muitas histórias cantadas foram adaptadas ao grande ecrã. A maior parte destes filmes é na verdade uma versão cinematográfica de peças de teatro que estão em exibição nos palcos de West End ou na Broadway. Outros são completamente originais e procuram conquistar uma nova audiência a partir do cinema. Alguns filmes, ainda que poucos, conseguem até nomeações pela Academia.

Neste post decidimos evocar 10 filmes musicais que marcaram a história do cinema e que ainda hoje continuam a ser vistos e revistos por fãs assíduos do género musical.

Os 10 melhores filmes musicais de todos os tempos

1 – Singin’ in the Rain (1952)

Singin’ in the Rain (ou Serenata à Chuva na versão portuguesa) é um clássico incontornável no mundo dos musicais. Afinal, quem não se lembra do tema que dá nome ao filme na voz de Gene Kelly? Quanto há história, já quase tudo foi dito: o filme é sobre uma companhia de cinema mudo que está naquele momento a fazer uma difícil transição para a fase do cinema sonoro. Singin’ in the Rain foi nomeado para dois Óscares, um dos quais o de Melhor Música.

2 – Música no Coração

Quem nunca viu o filme que conta a história de Maria, a noviça que está farta do convento e se torne precetora das crianças Von Trapp? Este é um dos clássicos não só do cinema musical, como também de toda a cinematografia. Tendo Julie Andrews como protagonista, conhecemos pela primeira vez canções como The Hills are Alive, My Favorite Things, So Long Farewell e Edelweiss. Os números musicais de Música no Coração inspiraram gerações de crianças que hoje passam o mesmo filme aos seus filhos e, um dia, talvez até mesmo aos netos.

3 – Moulin Rouge – Amor em Vermelho

Nicole Kidman e Ewan McGregor juntam-se no mesmo ecrã para cantar sobre amor, liberdade e poesia. Tendo como pano de fundo o infame bordel Moulin Rouge, assistimos à história de dois amantes separados por interesses distintos mas unidos pela paixão que sentem um pelo outro. A par de covers de músicas conhecidas como Like a Virgin, Your Song e The Hills Are Live somos introduzidos a algumas originais, como é o caso de Hindi Sad Diamonds. Um filme a assistir por todos os amantes de cinema musical.

4 – O Feiticeiro de Oz (1939)

É um dos maiores clássicos não só da história do musical como da história do cinema. No ecrã vemos Judy Garland que, entre canções, dá vida a Dorothy, a menina que decide ir à procura do Feiticeiro de Oz juntamente com os seus mais recentes companheiros. O tema mais icónico do filme é  Somewhere Over The Rainbow que, desde então já foi interpretado e reinterpretado por muitas outras vozes que não a da atriz.

5 – Mary Poppins (1964)

 

Trata-se de um dos maiores clássicos da Disney. Desta vez, Julie Andrews regressa ao ecrã para contar uma nova história. Outra vez no papel de ama, a atriz conta agora com a ajuda de alguns poderes mágicos para cuidar das crianças. Numa aventura que envolve guarda-chuvas que permitem voar, Mary Poppins traz alegria à vida das crianças cumprindo os seus muitos caprichos.

6 – Chicago (2002)

Não é comum que filmes musicais ganhem Óscares nas categorias principais, muito menos na categoria de Melhor Filme. Ainda assim, foi exatamente isso que aconteceu com o filme Chicago. Com a interpretação de Renée Zellweger, Catherine Zeta-Jones e Richard Gere, o filme retrata a cidade norte-americana durante a década de 1920. O enredo gira em redor das criminosas da prisão de Cook County e de como recorrem a um poderoso assessor que, habilidosamente, manipula os jornalistas para convencer o público da inocência das assassinas.

7 – Violino no telhado

Antes de se tornar um sucesso no cinema, a peça de teatro Violino no Telhado já tinha conquistado os palcos da Broadway. Pela altura em que o teatro foi adaptado, foi John Williams que reviu a banda sonora e a adaptou ao grande ecrã, trabalho que lhe valeu Óscar muito justo. O filme segue os romances das filhas uma família de judeus russos. A mesma família vê-se, no filme, obrigada a deixar a terra natal seguindo as ordens do governo russo ortodoxo.

8 – Les Miserables

O clássico de Victor Hugo ganhou vida no grande ecrã pelas mãos do realizador Tom Hooper. O filme passa-se em França do século XIX e junta à narrativa principal um contexto histórico-social que nos leva para outros tempos. A instabilidade política, a pobreza e a desigualdade são temas frequentes de Les Miserábles, que nos mostra a história de Valjean e do seu perseguidor, o temível Javert.

9 – Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro de Fleet Street

Em 2007, Tim Burton decidiu aventurar-se por um género que ainda não tinha explorado. O resultado foi um musical com toques de filme de terror. No centro da história baseada num espetáculo da Broadway encontramos os já recorrentes Johnny Depp e a antiga esposa do realizador, Helena Bonham Carter. A ação de Sweeney Todd – O Terrível Barbeiro de Fleet Street passa-se em Londres, mais precisamente no período vitoriano.

10 – Grease

Podemos dizer que Grease (ou Brilhantina) marcou uma geração. Tudo começa com dois jovens que se apaixonam no verão. Pouco depois, apercebem-se que vão estudar no mesmo sítio e ficam com dúvidas sobre se o amor vai resistir. Os dois apaixonados são nada mais, nada menos do que Danny e Sandy, personagens interpretadas por John Travolta e Olivia Newton-John, respetivamente.

 

Partilhar este artigo

Comentários

  • Analucia Barros Coelho
    03 June, 2017

    Olá, não entendi porque entre os musicais não consta Fred Astaire !!! Isso é impossível !!!
    Quanto ao nº 1 concordo com Cantando na Chuva !
    .

  • Não entendí por que Fred Astaire não é lembrado !!

  • 30 August, 2017

    West side story nao é so o melhor filme musical como é um melhores fimes no geral. FALTOU. A troca da coreografia original de Bob fosse em Chicago é inaceitável.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *