Home / Atrizes /

Os dramas e as comédias de Sandra Bullock

sandra bullock

Os dramas e as comédias de Sandra Bullock

Mídia Kit Blog Mundo de Cinema
 

A atriz Sandra Annette Bullock nasceu no dia 26 de julho de 1964, em Arlington, Virgínia, filha de um cantor de ópera alemão e de uma professora de voz. Os primeiros anos de vida foram passados a viajar por toda a Europa. Os pais, que gostavam de percorrer o mundo, aproveitaram esta oportunidade para despertar na filha o interesse pelas artes cénicas.

Com 5 anos de idade, Sandra Bullock faz a assim a sua primeira aparição num palco, interpretando um papel muito pequeno numa ópera em Nuremberg, na Alemanha. Ainda que pouco significativo, este papel foi suficiente para que a atriz desenvolvesse um amor pelo palco e percebesse que era uma carreira a seguir.

Aos 13 anos, a sua família regressou então para Washington onde se fixou e onde Sandra começou a frequentar a escola. A futura atriz não teve nenhum problema em adaptar-se à sua nova vida: até se graduar, em 1982, participou num grupo de cheerleaders e em produções de teatro organizadas pela escola. Por fim, chegada a altura de avançar para o ensino superior, não hesitou e escolheu um curso de teatro. Em 1986, sem acabar a faculdade, muda-se para Nova Iorque para procurar melhores oportunidades.

As várias facetas de Sandra Bullock

Sandra Bullock conseguiu o seu primeiro papel aos 21 anos na produção do teatro No Time Flat. Servindo-se da aclamação que recebeu nessa peça, conseguiu encontrar um agente que procurou audições para papéis na televisão e cinema. A atriz faz então um papel curto como Tess McGill, na série de comédia Working Girl e entra mais tarde no filme Demolition Man, com Sylvester Stallone, para substituir Lori Petty. Foi no entanto a partir do sucesso de bilheteiras do filme Velocidade (1994) que ganhou reconhecimento generalizado.

Em meados da década de 1990, Bullock começou a aparecer numa série de filmes de diferentes graus de sucesso comercial. Enquanto filmes como While You Slept (1995), The Net (1995) e A Time to Kill (1996) registaram sucesso nas bilheteiras, outros, como Two If By Sea  (1996) e Speed ​​2: Cruise Control (1997) foram verdadeiros flops.

Em 1998, Bullock atua ao lado de Nicole Kidman na comédia Stevie Nicks & Sheryl Crow: If You Ever Did Believe. Numa tentativa de expandir seu alcance dramático, Bullock apareceu ainda como uma colunista alcoólica de um jornal, que é enviada para a reabilitação, no filme 28 Days (2000). O filme, uma mistura de comédia de humor negro e melodrama, recebeu críticas mornas.

 

Depois de uma breve pausa, Bullock voltou no início de 2002 com Murder by Numbers, um thriller no qual interpreta uma detetive responsável por encontrar uma dupla de assassinos. Durante o mesmo ano, também apareceu numa versão para o cinema do romance best-seller Divine Secrets of the Ya-Ya Sisterhood.

Dividindo o seu tempo entre a comédia e o drama, Bullock fez Miss Detective 2 (2005) e o drama romântico The Lake House com Keanu Reeves, com quem já tinha contracenado anteriormente. Em Infamous (2006), uma adaptação de um livro de George Plimpton sobre Truman Capote, retratou a escritora Harper Lee.

Em 2009, faz então o filme The Blind Side, baseado na história verídica de um jogador profissional de futebol afro-americano, Michael Oher. No filme, Sandra Bullock interpreta Leah Anne Touhy, uma mãe suburbana que aceita Oher na sua casa como se fosse seu filho e o ajuda a encarar múltiplos desafios pessoais. A sua performance valeu-lhe um Óscar na categoria de Melhor Atriz assim como um Globo de Ouro.

Entre os seus mais recentes trabalhos destacamos a sua interpretação no filme Gravity, realizado por Alfonso Cuarón, onde, ao lado de George Clooney, interpretou uma astronauta que lhe valeu uma segunda nomeação para os Óscares.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *