Home / Cinema /

Séries que passaram da televisão para o cinema

Séries que passaram da televisão para o cinema

Quem gosta de ver televisão tem certamente uma lista dos seus programas favoritos. Na última década tem-se até assistido, em Portugal e no Brasil, a um aumento dos conteúdos de entretenimento. Há cada vez mais canais televisivos focados em certos tipos de conteúdos que, mesmo sendo produzidos maioritariamente no estrangeiro, conquistam audiências por todo o mundo.

As séries televisivas estão sem dúvida entre os programas mais vistos. As vidas das personagens, os lugares que frequentam e a regularidade com que aparecem nos ecrãs fazem com que criemos vínculos com certas séries. Sofremos com as personagen, aplaudimos as suas vitórias e torcemos para que todos os seus planos resultem. Se a série for boa ou tiver muitos fãs, poderá ver novos episódios durante anos. Mas eventualmente acaba sempre por chegar o um último.

Porém, tem-se assistido a um fenómeno interessante. Algumas séries televisivas, mesmo depois de terem acabado no pequeno ecrã, ganham uma nova vida, desta vez cinematográfica. Personagens que julgamos desaparecidas para sempre voltam para contar novas histórias. Ou, por vezes, são as mesmas histórias mas com novos atores. Neste post, fizemos uma lista de 10 séries televisivas que deram lugar a filmes.

Séries que saltaram para o grande ecrã

Sexo e a Cidade

sexo-e-a-cidade-mundo-de-cinema

Carrie, Charlotte, Miranda e Samantha despediram-se em 2004 das leais fãs que as acompanharam durante 6 temporadas. A série televisiva, produzida pela HBO, não teve medo em falar de assuntos como sexo, feminismo e relações amorosas, mudando paradigmas e inspirando uma nova geração de mulheres. Ninguém esperava, no entanto, que as quatro personagens icónicas regressassem para um filme 4 anos depois do final da série. E o sucesso de bilheteiras alcançado foi tal que, em 2010, foi feita uma segunda sequela da série que, apesar de ter recebido piores críticas, não calou os rumores de que possa existir um terceiro filme.

A Vedeta

a-vedeta-mundo-de-cinema

Depois de em 2011 termos assistido ao último episódio de Entourage (A Vedeta), em 2014 foi anunciado o regresso a Hollywood desta vez para um filme que dava continuidade à história de Vincet Chase e companhia limitada. De regresso está também Ari Gold (Jeremy Piven), o gestor de carreiras que surge com um projeto irrecusável. A realização volta está a cargo do Doug Ellin e, para os fãs, ficou a promessa de muito mais diversão. Apesar de toda as noticias, o filme não teve lá grandes reviews e muitos afirmaram que pouco acrescentou ao final da série da HBO. Em todo o caso, não deixe de ser uma obra obrigatória para todos os fãs de “O Sexo e a Cidade no masculino”.

Os Simpsons

simpsons-mundo-de-cinema

A família mais animada da televisão também teve direito ao seu filme, em 2007. Atualmente com mais de 25 temporadas, esta série de animação para adultos continua a ser uma das principais apostas da Fox. No filme, acompanhamos as mesmas personagens que se vêem enclausuradas em Springfield, depois de Homer ter poluído acidentalmente as águas e de uma redoma de vidro ter sido colocada sobre a cidade para controlar os danos. Como se não bastasse, os Simpsons têm de fugir pela vida porque estão todos furiosos com Homer.

A Família Addams

familia-addams-mundo-de-cinema

Em 1991, a família mais creepy de que há história passou também da televisão para o cinema. Depois de inúmeras séries televisivas, tanto em animação como em live-action, chega um filme. Ainda sob o título de A Família Addams, acompanhamos a família e a forma como um ladrão de arte os tenta roubar, fazendo-se passar por um tio desaparecido. Com uma aura de comédia irónica, tendo como background túmulos, esqueletos e mãos que andam separadas do corpo, o filme A Família Addams ressuscitou a série e trouxe de novo aplausos entre os fãs.

Ficheiros Secretos

ficheiros-secretos-mundo-de-cinema

Os agentes MulderScully – assim como os casos paranormais que foram investigando ao longo dos anos – contaram, para grande entusiasmo dos fãs, com dois filmes. O primeiro surgiu entre a quinta e a sexta temporada e estabelecia uma ponte entre as histórias. O segundo filme, que chegou aos cinemas em 2008, marca o regresso dos agentes alguns anos depois do final da célebre série de culto. O regresso acontece quando o FBI contacta os investigadores para intervirem num caso muito peculiar: um padre reformado diz estar a receber visões de um agente que foi raptado. Um filme para quem tinha saudades da parceria entre Mulder e Scully.

Star Trek

star-trek-mundo-de-cinema

Star Trek é umuniverso tranversal à televisão, ao cinema, à literatura e aos videojogos. Mesmo assim, é impossivel esquecer que as origens da franquia remetem-nos para 1966, ano em que foi lançada a série Star Trek. Depois seguiram-se vários spin-offs, entre os quais uma versão animada. Ao todo foram seis séries televisivas e mais uns quantos filmes. O mais recente tem data de estreia marcada para 2016 e sabe-se que terá no elenco Chris Pine, Simon Pegg, Idris Elba e Zachary Quinto. Apesar de ter falecido em 1991, o legado de Gene Roddenbery continuará a influenciar o filme de naves espaciais.

Os Intocáveis

os-intocaveis-mundo-de-cinema

Em 1987, o realizador Brian de Palma decidiu trazer para o cinema uma série clássica, que muitas saudades havia deixado. Refermino-nos a The Untouchables (Os Intocáveis), uma produção da ABC que esteve no ar de 1959 a 1963. No centro da narrativa estava Elliot Ness, um agente federal que recusa ser corrompido e promete dar luta às organização de crime organizado de Chicago. Na série, o personagem é interpretado por Robert Stack, sendo que no filme o papel é atribuído a Kevin Costner. Desta vez, Elliot procura para Al Capone e para isso reúne uma pequena equipa. O filme foi nomeado para quatro Óscares e venceu o de Melhor Ator Secundário, atribuído a Sean Connery.

Anjos de Charlie

anjos-de-charlie-mundo-de-cinema

Em 1976, estreou nos Estados Unidos a série Charlie’s Angels (Anjos de Charlie). A história acompanhada três mulheres inteligentes, bonitas e corajosas que trabalhavam para um misterioso chefe. Entre as tarefas do trabalho estava investigar o mais variado tipo de vilões e levar até eles a justiça. Dado o sucesso da série, a história foi adaptada para o cinema em 2000. O elenco era outro mas a premissa era a mesma: três mulheres a lutar pela justiça, sempre a mando de um Charlie que se mantém nas sombras.

Missão Impossível

missão-impossivel-mundo-de-cinema

Antes de Tom Cruise surgir no ecrã com as missões impossíveis que acabam sempre por ser bem-sucedidas, existiu uma série com o mesmo nome e com uma premissa muito semelhante. Centrada numa equipa de operações secreta, acompanhamos as personagens ao longo de 7 temporadas e assistimos à forma como executam missões sensíveis que, caso fracassem, podem resultar na morte das nossas personagens favoritas. A série, apesar de ter inspirado filmes com novas personagens, foi o ponto de partida para o sucesso no cinema.

Casei com uma Feiticeira

casei-com-uma-feiticeira-mundo-de-cinema

Casei com uma Feiticeira (Bewitched no título original) teve 8 temporadas na década de 60 e 70 e foi repetida várias vezes. A história familiar e sempre bem-humorada tornou-se num clássico e são poucas as pessoas daquele tempo que não viram pelo menos um episódio. O enredo é simples: uma bruxa casa com um homem normal e tenta restrigir o uso de magia. Apesar de tudo, não se consegue conter e acaba por usar os poderes para resolver alguns problemas. A história voltou ao cinema décadas depois com Nicole Kidman no papel principal, substituindo a já falecida Elizabeth Montgomery.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *