Home / Cinema /

9 retratos memoráveis dos filmes de Wes Anderson

wes anderson

9 retratos memoráveis dos filmes de Wes Anderson

 

A forma como trabalha a imagem valeu a Wes Anderson a aclamação da crítica e do público. Com um estilo altamente visual, o cineasta tem-se destacado pela forma como pinta as histórias, transformando cada frame num verdadeiro quadro em movimento. Uma vez no cinema, é impossível não tirar os olhos do ecrã, sendo que às vezes dá mesmo vontade de voltar atrás só para apreciar com mais tempo este ou outro detalhe.

A forma como a narrativa respira em sintonia com a imagem é outra assinatura do realizador. Ao longo dos seus filmes, Wes Anderson faz questão de integrar os personagens em toda a imagética da obra e daí surgem alguns dos mais icónicos retratos do cinema. Foi este o caso do consagrado Ralph Fiennes, protagonista de Grand Budapest Hotel, último êxito de Wes Anderson. Para o papel, o ator viu-se ligeiramente transfigurado, dando corpo a Gustave H., o concierge/porteiro de mundialmente famoso (e imaginário) hotel da República do Zubrowka.

Ao longo deste artigo fazemos uma retrospetiva da carreira de Wes Anderson e deixamos-lhe com alguns dos seus retratos mais famosos. Ainda se lembra de Bottle Rocket, Rushmore ou o icónico The Royal Tenebaums?

Os retratos mais memoráveis de Wes Anderson

Bottle Rocket (1996)

bottlerocket

Inicialmente, Bottle Rocket foi uma curta-metragem com cerca de 10 minutos. Ao lado de Owen Wilson, Wes Anderson estreou-se no mundo da realização. Porém, incentivado por James L. Brooks, que ajudou a dupla na fase de produção, Bottle Rocket acabou por crescer de forma a tornar-se na longa-metragem apresentada em 1996. A história acompanha Anthony (a personagem que podemos ver na frame acima), um jovem libertado recentemente de um manicómio após aí ter estado internado devido a um esgotamento nervoso. Ao juntar-se ao seu amigo Dignan, vê-se apanhado num esquema para cometer um crime que envolve o mítico Mr. Henry, antigo chefe de Dignan. Balançando comédia e drama, Wes Anderson apresenta-nos uma história sobre crime que prova, desde o início, que Wes Anderson é perfeitamente capaz de criar  belíssimos espetáculos visuais.

Rushmore (1998)

rushmore-mdc

Rushmore é uma mistura entre comédia e drama que nos leva para o ambiente de uma escola preparatória, no mínimo, peculiar. Esta foi a estreia cinematográfica de Jason Schwartzman, ator que deu corpo a Max Fischer (personagem que podemos ver na frama apresentada acima) e viveu as peripécias de um jovem, amigo de um industrial abastado (Bill Murray), e apaixonado por uma bela professora (Olivia Williams). O filme teve um excelente desempenho, conseguindo um honroso 175.º lugar numa lista dos melhores filmes de sempre da revista Empire, em 2008. Quatro anos mais tarde, a Slant Magazine considerou que Rushmore era o 22.º melhor filme dos anos 90.

The Royal Tenenbaums (2001)

royal-tena-mdc

Não é por acaso que a versão portuguesa de The Royal Tenenbaums se chama Tenenbaums – Uma Comédia Genial. No centro da história está uma família de génios, cada um com as suas peculiaridades. Depois de terem três filhos, Royal Tenenbaum (Gene Hackman) e Eteline Tenenbaum (Anjelica Huston) decidem separar-se. Os três filhos seguem então rumos muito diferentes, mas todos são bem-sucedidos: Chas (Ben Stiller) distingue-se nas finanças, Margot (Gwyneth Paltrow) torna-se escritora e Richie (interpretado por Luke Wilson, que podemos ver na frame acima) ascende a astro do ténis. Tudo parece correr bem, até que, por motivos diferentes, todos parecem ficar arruinados. É por essa altura que se procuram reatar os laços familiares.

The Life Aquatic with Steve Zissou (2004)

aquatic-mdc

Em The Life Aquatic with Steve Zissou, Wes Anderson leva-nos numa viagem cinematográfica pelo mundo subaquático. O resultado? Uma película cheia de cor e efeitos, como se tivesse sido captada exatamente debaixo de água. A história acompanha Steve Zissou (interpretado por Bill Murray, que podemos ver na frame acima) que decide partir numa aventura quando o seu parceiro é assassinado misteriosamente pelo Tubarão Jaguar. Reunindo uma equipa peculiar, que envolve a sua estranha mulher (Angelica Huston), uma bonita jornalista (Cate Blanchett) e um copiloto que pode ser seu filho (Owen Wilson), Steve parte para o mundo debaixo do mar de forma a caçar a criatura e vingar o amigo.

 

Hotel Chevalier (2007)

hotelchevalier

Apesar de contar com menos de 15 minutos, esta prequela para o filme The Darjeeling Limited merece estar nesta lista. A ação acontece num quarto de hotel em Paris, o mesmo hotel que dá nome ao filme. É aí que Jack Whitman (Jason Schwartzman) se encontra, deitado na cama, absorvido por pensamentos de depressão e dor. Alimenta-se de tostas de queijo, como se isso fosse melhorar a sua situação. Recebe então um telefonema: é uma mulher (que podemos ver na frame acima, interpretada por Natalie Portman) que vai ao encontro dele para lhe fazer uma surpresa. Com uma nova energia, Jack prepara o quarto, toma banho, muda de roupa. Assim que ela chega, pede comida aos serviços de quarto e é assim, enquanto comem, que as complicações da relação emergem pedaço a pedaço. O filme pode ser visto na íntegra no YouTube.

The Darjeeling Limited (2007)

darjeeling-mdc

Um ano depois do acidente que matou o seu pai, três irmãos (que podemos ver na frame acima) – cada um sofrendo um tipo diferente de depressão – encontram-se para fazer uma viagem de comboio através da Índia. É esta a premissa de The Darjeeling Limited. Francis (Owen Wilson), o mais velho, organizou toda a viagem. O mais novo, Jack (Jason Schwartzman), que não está muito bem com a sua namorada – como constatamos em Hotel Chevalier – interessa-se por uma das assistentes do comboio. O irmão do meio, Peter (Adrien Brody), deixou a esposa grávida em casa e compra uma cobra venenosa. O resultado? Uma viagem de depressões, discussões e lutas constantes que termina num destino improvável.

Fantastic Mr. Fox (2009)

fantasticmrfox-mdc

Animação, aventura e comédia. São estes os ingredientes por detrás de Fantastic Mister Fox (O Fantástico Senhor Raposo). A obra é uma adaptação da história infantil de Ronald Dahl que nos dá a conhecer a história de uma raposa que, todas as noites, rouba a comida de três agricultores abastados. Descontentes com a situação, os agricultores tentam matar Mr. Fox. Para escapar à fúria dos homens, os bichos decidem esconder-se no subterrâneo e mudar-se para debaixo de terra. O filme foi feito com a técnica de stop motion e é animado com as vozes de George Clooney, Meryl Streep, Jason Schwartzman, Bill Murray, entre muitos outros nomes icónicos.

Moonrise Kingdom (2012)

moonrisekingdom-mdc

Estreantes no cinema, Jared Gilman e Kara Hayward (que podemos ver na frame acima) foram os dois protagonistas de uma história de amor adolescente que se passou em New England. A história de Moonrise Kingdom arranca quando os adultos descobrem que os dois jovens fugiram juntos e assim começam as buscas para os encontrarem. Além dos jovens atores, o filme conta com a participação de nomes mais do que aclamados, entre os quais se destacam Bruce Willis, Edward Norton e Bill Murray. As reações da crítica foram bastante positivas e Moonrise Kingdom chegou a ser nomeado para um Óscar na categoria de Melhor Argumento Original. Também esteve nomeado para um Globo de Ouro e um BAFTA; foi distinguido como Filme do Ano pelo American Film Institute (AFI).

The Grand Budapest Hotel (2014)

grandbudapesthotel

O The Grand Budapest Hotel assume-se como uma verdadeira obra-de-arte visual. A personagem principal é Zero Moustafa (que podemos ver no frame acima) que conta a um jornalista uma história dos tempos em que era criança. Trata-se da aventura de Gustave H., o emblemático porteiro do mais conhecido hotel europeu, num período algures entre as duas grandes guerras. Nessa altura, Zero Moustafa não passava de um mero “lobby boy” responsável por carregar as bagagens dos hóspedes. Por essa altura, viveu uma aventura que envolveu o roubo de uma pintura renascentista de enorme valor e a batalha pela fortuna familiar de Madame D. uma senhora muito velho com uma paixão admirável por Gustave H.. Tudo isto tem como pano de fundo a Europa numa fase de extremas mudanças.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *