Home / Atores /

Bradley Cooper: um ator que quase foi cozinheiro

Bradley Cooper: um ator que quase foi cozinheiro

 

Considerado um dos homens mais sexys do mundo e habituado a estrelar em filmes ao lado de Jeniffer Lawrence, Bradley Cooper tem na última década provado que o seu nome marcará a história do cinema de Hollywood. Este jovem norte-americano, nascido a 5 de janeiro de 1975 em Filadélfia, nos Estados Unidos, tem ascendido e continua a conquistar mais sucesso de ano para ano.

Porém, sabia que este galã de Hollywood quase pôs a sua paixão pela cozinha à frente da Sétima Arte? “Costumava ter amigos que vinham a minha casa depois da escola para cozinhar para eles”, contou há alguns anos em entrevista à revista norte-americana Entertainment Weekly.

Porém, esta foi uma paixão que acabou por relegar mesmo só à cozinha de sua casa depois de terminar os seus estudos em Inglês na Universidade de Georgetown. Isto aconteceu em 1997, o mesmo ano em que Bradley Cooper terá começado desenvolver um palato pela representação. Não tardou então a começar um mestrado na Actors Studio Drama School, em Nova Iorque, para dar as suas primeiras pisadas como ator.

A jornada de Bradley Cooper por Hollywood

A estreia foi pequena mas aconteceu enventualmente: um anúncio televisivo para uma cadeia de fast food. Dois anos mais tarde consegue um lugar como convidado especial na famosa série televisiva da HBO, Sexo e a Cidade, que lhe abre portas para uma carreira de sucesso que só se tem vindo a comprovar.

A pouco e pouco, Bradley Cooper começa a fazer cada vez mais filmes como é o caso de The $treet, que tem como pano de fundo o mundo financeiro e pouco depois a comédia Wet Hot American Summer (que recebeu uma sequela pela Netflix em 2015). No mundo da televisão, continua a aparecer, conseguindo um papel secundário na série Alias de J.J. Abrams, que o ocupa durante três anos.

Porém, um dos papéis mais importantes da sua carreira – não pelo valor do papel mas sim pelas oportunidades que lhe abriu no futuro – foi aquele que desempenhou no filme Fura-Casamentos, de 2005, onde atuou lado a lado com Owen Wilson e Vince Vaughn. Este filme de comédia, que foi um verdadeiro sucesso de bilheteiras, serviu quase como um passaporte para que fizesse outras comédias do género nos anos que se seguiram: Como Despachar um Encalhado (2006), Yes Man (2008) e He’s Just Not That Into You (2009).

 

É também em 2009 que Bradley Cooper participa pela primeira na trilogia cinematográfica de comédia A Ressaca, ao lado de Ed Helms e Zach Galifinakis. Este filme acompanha um grupo de amigos, durante uma viagem de despedida de solteiro, que apanham uma bebedeira tão forte que se esquecem de tudo o que aconteceu na noite anterior… especialmente onde ficou o noivo! O successo de bilheteiras foi tal que se seguiram sequelas em 2011 e 2013.

Mas eis então que chega a altura de Bradley Cooper começar a fazer filmes que lhe valham nomeações para os Óscares. Em 2013, entra no filme Guia para um Final Feliz e assume o papel de um homem que se tenta reajustar à sociedade depois de ter passado por uma instituição psiquiátrica. Neste filme, que lhe valeu nomeação para o papel de Melhor Ator em Papel Principal – mas que perdeu para Daniel Day-Lewis – atua ao lado de Jenniffer Lawrence.

Segue-se, no mesmo ano, o filme Golpada Americana – que lhe vale mais uma nomeação para Óscar, desta vez em papel secundário – e, em 2014, dá voz à personagem de Rocket Raccoon no filme que foi um êxito de bilheteiras: Guardiões da Galáxia.

Em 2015, chegam ao cinema dois filmes que contam uma vez mais com a sua participação e a de Jeniffer Lawerence: Serena e Joy.  Este foi também o ano de À Procura de uma Estrela, o filme onde veste a papel de nada mais nada menos que um cozinheiro a lutar por uma estrela Michelin… algo que poderia estar exatamente a acontecer a Bradley Cooper se tivesse afinal enveredado pela área da culinária!


 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *