Home / Archives /

História do Cinema

História do Cinema / 63 posts encontrados

Obras-Primas do Cinema Europeu: Nosferatu, a Arquitetura do Terror

Em 1922, Murnau realiza Nosferatu baseado no livro de Bram Stoker. Não obstante ter-se posteriormente produzido várias versões do tema, como as realizadas por Tod Browning e Francis Ford Coppola, é indispensável - e mesmo inevitável - compará-lo com a refilmagem de Werner Herzog.

Após 30 anos, será lançada a continuação de “Um Príncipe em Nova York”

Boa notícia para os fãs de filmes de comédia! Sucesso absoluto nos anos 1990, o clássico “Um príncipe em Nova York” (“Coming to America” de 1988), com Eddie Muprhy, terá finalmente uma sequência, com o mesmo protagonista.

Obras-Primas do Cinema Europeu: a Criatividade e Arrojo de Metrópolis

Metrópolis (1926) de Fritz Lang é talvez, cronologicamente, o primeiro grande filme de ficção-científica. Não simplesmente o primeiro, porque, antes dele, e desde Méliès, com seu Voyage Dans la Lune (1902), o gênero já se instala no cinema. Mas, o primeiro de valor artístico, de arrojada criatividade.

10 livrarias fictícias do Cinema, Televisão e Literatura para recordar

by Eduardo Aranha
Já todos desejamos visitar os mesmos locais por onde as nossas personagens favoritas do Cinema, Televisão e Literatura passaram. Então, porque não relembrar algumas das livrarias fictícias mais emblemáticas da cultura pop? Confira neste post.

Outubro: A Arte da Realidade de Sergei Eisenstein

Em 1927, no décimo aniversário da revolução soviética, Sergei Eisenstein (1898-1948), auxiliado por Grégori Alexandrov (1903-1983), realiza Outubro (Oktiabr, U.R.S.S., 1927) dedicado à tomada do poder na Rússia pelos bolcheviques. Do ponto de vista puramente artístico e cinematográfico, é obra brilhante, como todas suas realizações. Salientam-se nela - pela extrema modernidade, agilidade e adequação - os cortes e a montagem.

Quais são os 25 escritores mais importantes em Hollywood?

by Eduardo Aranha
Baseando-se no número de livros vendidos de cada escritor, assim como no número de adaptações, projetos a ser desenvolvidos, créditos adicionais e influência cultural, o The Hollywood Reporter elaborou a lista que apresentamos neste post sobre os 25 escritores mais importantes em Hollywood.

Dia de 13 de abril vamos cantar os Parabéns ao Cineclube do Porto

by Marta Reis
O Cineclube do Porto faz 73 anos e organizou uma programação especial para celebrar esta data. Marque já na agenda! Para além da programação regular, o Cineclube do Porto preparou uma Sessão Especial de aniversário e um Workshop sobre a Nouvelle Vague.

Entrevista Cineclube do Porto: a casa de excelência para cinéfilos

by Gonçalo Sousa
Fundado em 1945, o Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto, foi o primeiro Cineclube do país. O Cineclube do Porto é uma associação cultural, sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é proporcionar cinema de qualidade numa oferta regular que desenvolva cultura. Para além da programação regular, o CPC-CCP realiza ainda sessões e ciclos especiais, filmes-concerto, exposições, publicações e formações na área do cinema e tem, para já, planos definidos até 2020. Confira a nossa entrevista agora.

Será Jean-Luc Godard o autor mais icónico da Nouvelle Vague?

by Marta Reis
Uma Nova Vaga de realizadores franceses começou a impor-se em meados dos anos 50, mas é em 1959 que se afirma verdadeiramente, pois é neste ano que as três maiores figuras deste movimento François Truffaut, Alain Resnais e Jean-Luc Godard completam os seus primeiros filmes. Jean-Luc Godard será possivelmente o autor mais característico do movimento e também o que o terá influenciado mais. Neste artigo analisamos a Nouvelle Vague a partir do filme À BOUT DE SOUFFLE (1960).