Home / Archives /

Realizadores

Realizadores / 62 posts encontrados

Filmes Soviéticos: O Encouraçado Potemkin, A Arte da Imagem

by Guido Bilharinho
Se o cinema é a arte da imagem em movimento, O Encouraçado Potemkin de Sergei Eisenstein é a arte da imagem. Não é apenas o melhor filme do cinema. É cinema. É a beleza da imagem. Da imagem que fala e significa. Da imagem discurso, mas, antes de tudo, da imagem visão.

Obras-Primas do Cinema Europeu: Nosferatu, a Arquitetura do Terror

Em 1922, Murnau realiza Nosferatu baseado no livro de Bram Stoker. Não obstante ter-se posteriormente produzido várias versões do tema, como as realizadas por Tod Browning e Francis Ford Coppola, é indispensável - e mesmo inevitável - compará-lo com a refilmagem de Werner Herzog.

Obras-Primas do Cinema Europeu: a Criatividade e Arrojo de Metrópolis

Metrópolis (1926) de Fritz Lang é talvez, cronologicamente, o primeiro grande filme de ficção-científica. Não simplesmente o primeiro, porque, antes dele, e desde Méliès, com seu Voyage Dans la Lune (1902), o gênero já se instala no cinema. Mas, o primeiro de valor artístico, de arrojada criatividade.

Outubro: A Arte da Realidade de Sergei Eisenstein

Em 1927, no décimo aniversário da revolução soviética, Sergei Eisenstein (1898-1948), auxiliado por Grégori Alexandrov (1903-1983), realiza Outubro (Oktiabr, U.R.S.S., 1927) dedicado à tomada do poder na Rússia pelos bolcheviques. Do ponto de vista puramente artístico e cinematográfico, é obra brilhante, como todas suas realizações. Salientam-se nela - pela extrema modernidade, agilidade e adequação - os cortes e a montagem.

L’Enfant: adultos que são crianças a viver num mundo brutal

by Eduardo Aranha
Este artigo foca-se no filme L’Enfant, realizado por Jean Pierre e Luc Dardenne, que arrecadou a Palma de Ouro no Festival de Cannes 2005, entre outras distinções. Os irmãos Dardenne moldaram as personagens e a ação do filme, combinando material literário e inspirações de eventos reais que influenciaram o processo criativo da dupla e acabaram por ser integrados na história.

Realismo: a arte de representar o mundo tal como é no grande ecrã

by Eduardo Aranha
O Realismo é uma teoria artística que existe desde Antiguidade Clássica e que tem como objetivo a reprodução da realidade física através de arte. Antes da fotografia, o realismo foi evoluindo e manifestando-se através de literatura, escultura, pintura e outras formas artísticas. Neste artigo falamos da evolução do Movimento Realista no cinema até aos nossos dias.
garoto da bicicleta

O Garoto de Bicicleta: a rebeldia e angústia de um pequeno rapaz

by Eduardo Aranha
Le gamin au vélo (traduzido em Portugal para O garoto da bicicleta) é a história de Cyril Catoul, um menino de onze anos que foi abandonado pelo pai e deixado num orfanato. O rapaz tem dificuldade em aceitar esse facto e passa a primeira parte do filme à procura dele, sendo agressivo com os funcionários da instituição e todos que o tentam ajudar. Um dia, quando vai ao seu antigo apartamento procurar o seu pai e a sua bicicleta, conhece Samantha, uma cabeleireira que encontra a bicicleta do miúdo e que – a pedido dele – se torna na sua família de acolhimento. Uma história da realização dos Irmãos Dardenne e que, de forma sublime, retrata alguns dos temas mais delicados da nossa sociedade.

Será Jean-Luc Godard o autor mais icónico da Nouvelle Vague?

by Marta Reis
Uma Nova Vaga de realizadores franceses começou a impor-se em meados dos anos 50, mas é em 1959 que se afirma verdadeiramente, pois é neste ano que as três maiores figuras deste movimento François Truffaut, Alain Resnais e Jean-Luc Godard completam os seus primeiros filmes. Jean-Luc Godard será possivelmente o autor mais característico do movimento e também o que o terá influenciado mais. Neste artigo analisamos a Nouvelle Vague a partir do filme À BOUT DE SOUFFLE (1960).

Conheça o cartaz de Dezembro 2017 do Cineclube do Porto

No mês de dezembro o Cineclube do Porto dedica as suas sessões à Europa e encerra 2017 com a qualidade a que já estamos habituados. Seremos presenteados com uma seleção bastante eclética em que poderão ser vistos filmes bastante frescos e filmes de realizadores consagrados.