Home / Comédia /

Idade do Gelo: de onde vem o sucesso desta saga de animação?

Idade do Gelo

Idade do Gelo: de onde vem o sucesso desta saga de animação?

Há 20 mil anos atrás, a Terra estava coberta por glaciares e todas as criaturas fugiam, na tentativa de escapar à investida da nova Idade do Gelo. Nesses tempos de perigo, encontra-se o mais estranho grupo de animais de todas as Eras: uma preguiça faladora e cegueta chamada Sid, um mamute lãzudo chamado Manny, um assustador tigre de dentes-de-sabre chamado Diego e um esquilo dentes-de-sabre, completamente doido por bolotas, de seu nome Scrat.

Este quarteto de trapalhões, inesperadamente, e com alguma relutância, junta-se numa disputa para devolver um bebé humano ao seu pai. Fendas de lava ardente, temperaturas de congelar, grutas de gelo traiçoeiras e uma conspiração maldosa e secreta: nada vai afastar este grupo do caminho para se tornarem os maiores heróis do mundo.

Esta é, muito resumidamente, a história do filme A Idade do Gelo. Basta dizermos o nome para que todas as crianças reconheçam de imediato uma das melhores histórias de animação dos últimos anos. Um verdadeiro sucesso de bilheteiras, e com três sequelas (e mais uma a caminho!), estima-se que a 20th Century Fox já tenha ganho mais de 2 mil milhões de dólares com esta saga.

Mas o que faz destes filmes um verdadeiro sucesso? Neste post é a esta pergunta que tentamos responder, apontando aqueles que nos parecem ser os 4 motivos por detrás de todo o sucesso de A Idade do Gelo.

De onde vem o sucesso de A Idade do Gelo?

Scrat

Embora o plano principal da ação esteja entregue a um trio de protagonistas, há uma personagem em A Idade do Gelo que é muito característica por estar sempre a arranjar problemas sem querer. Estamos a falar do esquilo Scrat que aparece sempre acompanhado por uma noz, o pequeno alimento que quer preservar mas que acaba por lhe causar muitos problemas. A personagem, que aparece normalmente em planos de corte, é de tal forma um sucesso que para a promoção do último filme saíram teasers onde entrava apenas Scrat.

Crianças

A Idade do Gelo é um filme para crianças e dirige todo o seu discurso a esta audiência infantil. Ao contrário do que acontece com outros filmes de animação, A Idade do Gelo orienta o seu registo para a audiência mais jovem, principalmente quando se trata de humor. Em vez de integrar piadas que se destinem ao público adulto que acompanha as crianças ao cinema, os criadores de A Idade do Gelo são muito diretos nas suas piadas.

Animais fofos

Um filme que consegue criar empatia entre a audiência e as personagens a aparecer no ecrã é um filme bem-sucedido. É exatamente isto que A Idade do Gelo consegue. Através de personagens “fofas” – algo que não é difícil de concretizar, uma vez que são animais – a audiência consegue simpatizar mais com a história. Mesmo depois de verem o filme, esta paixão pelas personagens continua a manifestar-se de outras formas como, por exemplo, através da compra de um peluche da personagem favorita.

Acréscimo do 3D

O filme A Idade do Gelo pode retratar uma fase da Pré-história mas isso não significa que não possa recorrer à tecnologia 3D que está a revolucionar o cinema. É exatamente isso que acontece com o último filme da saga, que integra tecnologia 3D para tornar os efeitos mais realistas e vívidos.

 

Em 2016, A Idade do Gelo regressa ao ecrã para retomar as aventuras das personagens principais. Desta vez, a história vai-se focar um pouco mais no esquilo Scrat que, após viajar para o Espaço, acabar por causar problemas que se refletem no próprio Planeta Terra e obrigam as personagens a pensar na sua sobrevivência. O filme tem como data de estreia o dia 22 de julho.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *