Home / Comédia /

Sabia que a primeira caça-fantasmas foi uma mulher?

caça-fantasmas

Sabia que a primeira caça-fantasmas foi uma mulher?

by Eduardo Aranha

Em julho de 2016, chegou às salas de cinema por todo o mundo o muito aguardado regresso dos Ghostbusters. O conceito do filme, que já tinha sido lançado em 1984 com o lançamento do filme original desta saga, é simples: um grupo de caçadores de fantasmas que, num misto de comédia negra, procuram salvar a cidade e o mundo de ameaças sobrenaturais. Este reboot, anunciado em 2014, tem-se mostrado diferente das versões cinematográficas da década de 80 por apostar sobretudo num elenco principal feminino.

Com  Kristen Wiig, Melissa McCarthy, Leslie JonesKate McKinnon e Chris Hemsworth nos papéis principais o filme tem recebido excelentes críticas por parte da imprensa internacional. O sucesso esperado nas bilheteiras confirmou também aquilo que se esperava: já se fala de uma potencial sequela, ainda que não esteja oficialmente confirmada.

Decidimos aproveitar esta onda em que tanto se fala de Ghostbusters para procurar fantasmas… mas fantasmas do passado! Neste artigo, tentamos perceber quem foi a primeira caçadora de fantasmas e como surgiu a ideia de criar este franchise de sucesso.

Rose Mackenberg: a verdadeira caça-fantasmas

Em 2014, pela altura em que foi anunciado o reboot de Ghostbusters, o realizador Paul Feig – bem conhecido de trabalhos em The Office, Missão Madrinha de Casamento, As Bem-Armadas – foi extremamente criticado por ter dito que os novos caçadores não seriam “eles”, mas nos dois filmes originais dos anos 80, mas sim “elas”. Esta visão feminista de um filme de sucesso despertou de imediato alguma cólera por parte de alguns fãs fiéis aos primeiros filmes.

caça-fantasmasMuitos dos fãs continuaram a insistir que os produtores estavam a cometer um erro, especialmente depois de ser anunciado o elenco. Porém, muitos deles estavam longe de saber que um elenco totalmente feminino era a opção mais acertada para este filme já que a primeira caça-fantasmas de que há história surgiu muito antes dos filmes interpretados por Bill Murray, Dan Aykroyd, Harold Hamis e Ernie Hudson. O primeiro caçador de fantasmas foi, na verdade, uma mulher.

A história é bastante interessante. Esta mulher chamava-se Rose Mackenberg e, em plena década de 1920, trabalhava como investigadora em Nova York, nos Estados Unidos. Terá sido por essa altura que um tal de Harry Houdini – sim, leu mesmo bem o nome – a contratou porque precisava que alguém investigasse um alegado mediúm na região de Nova Iorque. Entretanto, satisfeito com o trabalho de Rose Mackenberg na investigação do suspeito, o ilusionista Houdini decidiu contratá-la para investigar outras fraudes, supostamente sobrenaturais, que estavam a ser levadas a cabo por charlatães.

Rose Mackenberg, que pouco depois começou a recrutar alguns investigadores para a ajudar nestas investigações, fez-se passar várias vezes de viúva e mãe para investigar certos suspeitos. Muitas das pessoas que seguiu e desmascarou diziam conseguir ouvir, falar e invocar os mortos. Todo o seu trabalho foi devidamente compilado em relatórios detalhados que constituem prova suficiente para fazer dela a maior caça-fantasmas (e de fraudes) de que há história.

Infelizmente, Rose Mackenberg nunca viu nenhum filme dos Ghostbusters. A investigadora morreu em Nova Iorque, em 1968, com 75 anos. Para trás, deixou uma herança que será difícil de superar e a ideia de que uma mulher, mesmo numa época em que o papel da mulher era discutido no Mundo Livre, pode ser o que quiser e bem entender: mesmo que seja uma caça-fantasmas!

Share this article

Comments

  • Valeria L
    08 Fevereiro, 2017

    Fiquei fascinado com a história que você compartilhou. Eu acho que uma grande história, pois é uma nova versão de Ghostbusters merecia e tinha. A grande idéia era investir os jogadores e transformá-los em mulheres. (Deixo horários de transmissão http://br.hbomax.tv/movie/TTL603389/Cacafantasmas) a escolha do elenco é incrível. Tem bons efeitos, agora podemos ver fantasmas com maior clareza e definição. O legado pode continuar por gerações.

  • Dana
    13 Fevereiro, 2017

    Por isso eu não posso recomendar o filme para todo mundo, mas o que eu realmente gostei foi da história na qual o filme se baseia. Mas o filme de Paul Feig Spy ( https://assistirfilmes.co/207-a-espia-que-sabia-de-menos-2015.html ) é melhor. De qualquer forma, um artigo interessante!

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *