Home / Atrizes /

Garganta Funda: o maior fenómeno de culto do cinema pornográfico

Garganta Funda: o maior fenómeno de culto do cinema pornográfico

Mídia Kit Blog Mundo de Cinema
 

Não importa se gosta ou não: a verdade é que a indústria dos filmes pornográficos é uma das maiores do mundo do cinema. E é impossível falar deste nicho sem referir Deep Throat (em português Garganta Funda), um clássico bem conhecido por ter sido o primeiro filme do género a chegar ao cinema em 1972. Mesmo que nunca tenha visto o filme é muito provável que já tenha ouvido pelo menos uma menção ao título.

deep-throat-mundo-de-cinemaQuase tão famoso como o filme é a estrela pornográfica que protagonizou o papel principal, Linda Lovelace, atriz cuja biografia chegou mesmo a ser adaptada para os ecrãs. Ao chegar aos cinemas, o filme provocou um grande impacto nos Estados Unidos da América, influenciado áreas como a cultura e até mesmo a política, onde o tema da liberdade sexual começou a ser amplamente debatido. Escrito e dirigido por Gerard Damiano, o filme tem uma importância histórica, sendo efectivamente um objecto de culto para muitos cinéfilos.

Com um orçamento de 25 mil dólares, Garganta Funda conseguiu receitas superiores a 600 milhões de dólares após ser exibido nos EUA e também no estrangeiro. Com 61 minutos de duração, o filme foi gravado durante 6 dias, em Miami Beach. A história agira à volta de Linda, uma mulher que procura a opinião de um médico na tentativa de perceber o que se passa com o seu corpo, porque é incapaz de atingir orgasmos.

A polémica gerada pelo filme foi alvo de várias críticas, nomeadamente de Mike Nichols, Truman Capote e Frank Sinatra mas também foi alvo de alguns aplausos e considerado como O Padrinho do cinema erótico.

Já no Século XXI, surgiu um documentário sobre a estrela do filme que reactivou a polémica. De facto, Lovelace conta a história dos anos de formação da estrela porno Linda Lovelace (cujo nome de batismo era Linda Boreman), assim como o seu casamento cheio de abusos com Chuck Traynor, e o seu trabalho em Garganta Funda.

 

 

O filme estreou no Festival de Sundance em Janeiro de 2013, mas pouco tempo depois os detentores dos direitos do célebre filme pornográfico accionaram e perderam um processo em que acusavam os produtores da cinebiografia Lovelace de violação de direitos de autor. O argumento base do protesto era que Lovelace tinha copiado três cenas-chave do filme de 1972, mas os tribunais concluíram que o filme não infringiu qualquer lei de propriedade artística e intelectual.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhar este artigo

Comentários

  • 19 November, 2015

    No Brasil o filme é traduzido como garganta profunda, o maior sucesso do pornô.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *