Home / Cinema /

Cineclube do Porto festeja aniversário e convida FILHO DA MÃE para O GABINETE DO DR. CALIGARI

Cineclube do Porto

Cineclube do Porto festeja aniversário e convida FILHO DA MÃE para O GABINETE DO DR. CALIGARI

Em Abril de 2017 o Cineclube do Porto faz 72 anos! Com vista a festejar esta data, para além da programação regular na Casa das Artes, o Cineclube propõe um filme-concerto: na sexta-feira, dia 21 de Abril, às 22h, no Cinema Passos Manuel.

No ano do seu 72º aniversário o Cineclube do Porto apresenta-se sólido oferecendo novamente à cidade do Porto um evento único com a exibição de um filme icónico da História do Cinema: O GABINETE DO DR. CALIGARI, musicado ao vivo pelo conceituado guitarrista FILHO DA MÃE.

Os bilhetes para esta sessão especial poderão ser adquiridos a partir de dia 1 de Abril, nas bilheteiras das sessões regulares do Cineclube: Casa das Artes: 5ªs e Sábados | Rua de Ruben A. 210, 4150-639 Porto, Portugal

O GABINETE DO DR. CALIGARI

Este filme, percursor do expressionismo alemão e de visualização obrigatória para qualquer amante de cinema, foi realizado em 1920, por Robert Wiene. O filme tem lugar no manicómio do Dr. Caligari. Com os seus poderes hipnóticos Caligari comanda os seus doentes a seu bel-prazer. Um retrato desvirtuado e delirante que pretende refletir sobre uma Alemanha destroçada pela primeira Grande Guerra. Um dos maiores acontecimentos cinematográficos da História já que o expressionismo alemão nasceu com O GABINETE DO DR. CALIGARI. Os seus cenários deformados, já icónicos na história da Sétima Arte, pretenderam refletir o olhar louco de Caligari sobre o mundo real.

Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto

O Cineclube do Porto, na sua origem intitulado de Clube Português de Cinematografia (CPC-CCP), foi fundado por Hipólito Duarte no Liceu Alexandre Herculano no ano de 1945. Desde a sua fundação, tem uma importância vital para a vida cultural e cinematográfica no Porto e em Portugal. Conhece décadas de estabilidade, com sessões memoráveis e uma atividade intensa e marcante para os muitos associados Durante a ditadura, o Cineclube do Porto tem também importância na luta antirregime. Após o 25 de Abril, perde o impacto na cidade e a nível nacional, passando por um período complicado e de programação intermitente.

A partir de 2010, há uma reativação da sua atividade marcada com o filme-concerto do filme FAROLEIROS e com parcerias com Breyner 85, Museu Nacional Soares dos Reis e a Museu Nacional Soares dos Reis, entre outros. Este foi o início de uma programação regular e de uma reaproximação com os sócios e com a cidade – construindo um público fiel e amante do cinema.

Desde Novembro de 2013 que o Cineclube do Porto apresenta programação regular na Casa das Artes, numa parceria com a Direção Regional de Cultura do Norte. Nos últimos anos tem também elaborado um trabalho de preservação e manutenção do seu acervo criando parcerias com a Casa do Infante, a Câmara Municipal do Porto, o Museu do Cinema, a Cinemateca Portuguesa (ANIM), e Cinemateca Portuguesa (ANIM), Leiria.

A programação regular é enriquecida com algumas sessões especiais com convidados, de que são exemplo as NOITES DE BORIS de cinema ao Ar Livre, na Cooperativa Árvore e os eventos de aniversário que contaram já com convidados como Pedro Costa, Manuel Mozos e Pedro Mexia.

   

Share this article

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *