Home / Atores /

12 atores que deixaram a representação para assumir empregos normais

12 atores que deixaram a representação para assumir empregos normais

 

Às vezes podemos acreditar que qualquer artista, após ser lançado no mundo das artes performativas e alcançar distinção pelo seu trabalho, não vai deixar o seu lugar em frente às câmaras. Afinal de contas, a probabilidade de um artista de se tornar conhecido e conseguir um grande papel não são muito favoráveis.

No entanto, alguns artistas – muitos dos quais foram mesmo premiados e serão para sempre relembrados por certas personagens a que deram vida – decidiram retirar-se dos sets de filmagens, fugir das câmaras e pôr os argumentos de lado. Porquê? A resposta talvez o surpreenda: para viverem vidas completamente normais, seja para irem para a faculdade ou para assumirem cargos profissionais em ramos tão díspares da representação como a advocacia.

Ao longo dos próximos parágrafos vamos apresentar alguns nomes do Mundo do Cinema e da Televisão que tomaram essa mesma decisão: deixar o mundo da representação para fazer algo completamente diferente.

12 atores que deixaram a representação para assumir empregos normais

Jack Gleeson

Jack Gleeson interpretou uma das personagens mais odiadas da história da televisão: o mimado e malvado rei Joffrey Baratheon, na série Game of Thrones, da HBO. Spoiler alert: a personagem morre eventualmente, como se sucede com a maioria das personagens da série. No entanto, após a morte da personagem, em 2014, Jack Gleeson afastou-se do mundo da representação e voltou às salas de aula para continuar os seus estudos.

Jeff Cohen

Ao contrário de outros membros do elenco do The Goonies, a carreira de Jeff Cohen terminou cedo, tendo deixado o mundo da representação logo em 1991. De regresso aos estudos, acabou por prosseguir para o ensino superior e é hoje um advogado no meio do entretenimento, parceiro da sua própria agência de advocacia em Beverly Hills.

Johnathan Taylor Thomas

Jonathan Taylor Thomas foi uma verdadeira revelação quando, na adolescência, se tornou conhecido por dar voz ao jovem Simba em O Rei Leão e ter participado no filme Home Improvement, ao lado de Tim Allen. Apesar de um punhado de aparições como convidado no programa ABC “Last Man Standing”, Thomas afastou-se do mundo do espetáculo para se concentrar nos seus estudos, passando por instituições como Harvard, Columbia e St. Andrew’s University, na Escócia.

Kevin Jonas

Lembra-se dos The Jonas Brothers, a banda lançada pela Disney? Enquanto Nick e Joe Jonas continuaram as suas carreiras no mundo da atuação e da música depois da banda ter terminado, o terceiro irmão, Kevin, tornou-se um empreendedor e começou um negócio de construção. A sua experiência pelo mercado de negócios não lhe valeu de muito quando foi enviado para casa na série “The Apprentice”, em 2015.

Michael Schoeffling

Depois de interpretar Jake Ryan ao lado de Molly Ringwald no icónico filme adolescente Sixteen Candles, Michael Schoeffling deixou Hollywood para trás para se focar na carpintaria e ajudar a criar os seus filhos.

Mike Vitar

 

Mike Vitar apareceu no clássico filme de basebol “The Sandlot” como Benny “The Jet” Rodriguez, uma lenda desta modalidade desportiva. Mais tarde participou em D2: The Mighty Ducks e D3: The Mighty Ducks antes de parar de atuar. Todavia, a realidade hoje é muito diferente: Vitar é agora um bombeiro em Los Angeles. Infelizmente, a sua vida deu uma reviravolta em 2015 quando foi acusado de agredir um homem no Dia das Bruxas.

Peter Ostrum

Ao vestir a pele de Charlie no filme Willy Wonka e a Fábrica de Chocolate, Peter Ostrum conseguiu bastantes aplausos pela sua interpretação… mesmo que esse tenha sido o único papel da sua carreira. Hoje, trabalha numa área que nada tem a ver com atuação: é um veterinário especializado em grandes animais no estado de Nova York.

Amanda Bynes

Depois de passar por All That, She’s the Man e What I Like About You, o último papel de Bynes foi no filme Easy A, de 2010, onde contracenou com Emma Stone. No entanto, Bynes saiu do centro das atenções para se concentrar num talento e interesse que guardava dentro de si há anos: design de moda.

Brittany Ashton Holmes

Brittany Ashton Holmes interpretou Darla na versão de 1994 de The Little Rascals. Depois de aparecer algumas vezes no cinema, Holmes reformou-se muito cedo de Hollywood e, aparentemente, enveredou por um caminho totalmente diferente: uma licenciatura em ciência política.

Charlie Korsmo

Charlie Korsmo apareceu ao lado de Robin Williams e Dustin Hoffman como Jack no filme “Hook”, de Steven Spielberg, e teve ainda um papel no filme “Can not Hardly Wait”. Porém, também para Korsmo o mundo da representação não chegou: o ator reformou-se, prosseguindo com os seus estudos no MIT e na Yale Law School antes de se tornar advogado e Professor de direito.

Danny Lloyd

O ator Danny Lloyd interpretou Danny Torrance, filho do infame vilão que aterrorizou o Overlook Hotel, no filme The Shining. Entretanto, Lloyd deixou de atuar em 1982 e, em 2007, tornando-se professor de biologia em Elizabethtown, Kentucky.

Gene Hackman

Hackman deixou de atuar em 2004 depois de aparecer em frente a Ray Romono em Welcome to Mooseport. Desde então que se tornou escritor, escrevendo múltiplos romances de ficção histórica.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *