Home / Archives /

Clássicos do Cinema

Clássicos do Cinema / 42 posts encontrados

Obras-Primas do Cinema Europeu: a Criatividade e Arrojo de Metrópolis

Metrópolis (1926) de Fritz Lang é talvez, cronologicamente, o primeiro grande filme de ficção-científica. Não simplesmente o primeiro, porque, antes dele, e desde Méliès, com seu Voyage Dans la Lune (1902), o gênero já se instala no cinema. Mas, o primeiro de valor artístico, de arrojada criatividade.

Conheça 7 filmes inspirados nos livros de Agatha Christie

Se você é um(a) fã dos livros de Agatha Christie, a Rainha do Crime, vai gostar de assistir a estes filmes, que foram baseados nas obras literárias da autora. Confira a lista preparada para você!

Outubro: A Arte da Realidade de Sergei Eisenstein

Em 1927, no décimo aniversário da revolução soviética, Sergei Eisenstein (1898-1948), auxiliado por Grégori Alexandrov (1903-1983), realiza Outubro (Oktiabr, U.R.S.S., 1927) dedicado à tomada do poder na Rússia pelos bolcheviques. Do ponto de vista puramente artístico e cinematográfico, é obra brilhante, como todas suas realizações. Salientam-se nela - pela extrema modernidade, agilidade e adequação - os cortes e a montagem.

Realismo: a arte de representar o mundo tal como é no grande ecrã

by Eduardo Aranha
O Realismo é uma teoria artística que existe desde Antiguidade Clássica e que tem como objetivo a reprodução da realidade física através de arte. Antes da fotografia, o realismo foi evoluindo e manifestando-se através de literatura, escultura, pintura e outras formas artísticas. Neste artigo falamos da evolução do Movimento Realista no cinema até aos nossos dias.

Conheça o cartaz do Cineclube do Porto Janeiro 2018

O Cineclube do Porto inicia o ano 2018 com o tema: Preconceito. Em janeiro poderão ser vistos na Casa das Artes filmes que abordam a intolerância, o racismo, a xenofobia e homofobia. Para começar será exibido o filme vencedor do grande prémio do júri no festival de Cannes: 120 BATIMENTOS POR MINUTO continuando com a apresentação de uma cópia restaurada a obra prima de F.W. Murnau: O ÚLTIMO DOS HOMENS. Para além de João Pedro Rodrigues, Shane Meadows e André Téchiné, também será exibido o filme de culto O CÃO BRANCO, de Samuel Fuller, e o filme GET OUT, de Jordan Peele, que consta em várias listas dos melhores filmes do ano 2017.

Conheça o cartaz de Dezembro 2017 do Cineclube do Porto

No mês de dezembro o Cineclube do Porto dedica as suas sessões à Europa e encerra 2017 com a qualidade a que já estamos habituados. Seremos presenteados com uma seleção bastante eclética em que poderão ser vistos filmes bastante frescos e filmes de realizadores consagrados.

A Greve: Engajamento e Arte de Sergei Eisenstein

É certo que A Greve é realizado a partir da realidade nacional soviética de então, no sentido de mostrar a seus operários a exploração e a violência capitalistas, reforçando, assim, o regime. Constitui, pois, nesse sentido, obra engajada. Todavia, esse primeiro filme de Sergei Eisenstein já é obra do gênio, que, de filme a filme, só faz consolidar-se e aprimorar-se.

Mocinho Encrenqueiro: a Realidade e Comicidade de Jerry Lewis

by Guido Bilharinho
A comicidade de Jerry Lewis (1926-2017), ator e cineasta, advém da conjunção de dois fatores, que compõem distintos níveis estruturais de seus filmes: a subversão da normalidade e a sua performance como ator. O filme Mocinho Encrenqueiro (cujo nome original é The Errand Boy, EE.UU., 1961), que Jerry Lewis dirige e no qual atua, enquadra-se na fórmula que decorre de criação própria que, por sua vez, atende e corresponde à sua faculdade de estar e se posicionar no mundo, categoria superior à simples representação ou ao modo peculiar de ser e agir.

O Otário: Relembrando Jerry Lewis como Peixe n’Água

by Guido Bilharinho
Jerry Lewis (1926-2017) é considerado por parte da crítica um gênio da comédia. Não chega a tanto, mas, não resta dúvida, que é um dos grandes atores (e autores) cômicos do cinema, podendo comparar-se a Charlie Chaplin. Neste artigo, Guido Bilharinho relembra este nome marcante do cinema através da análise do filme O Otário.