Home / Documentários /

Gas Hole: está na hora de combater a dependência em petróleo

Gas Hole: está na hora de combater a dependência em petróleo

Mídia Kit Blog Mundo de Cinema
 

“A nossa dependência excessiva em petróleo é um perigo atual e evidente”. Quem o disse foi o presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, corria então o ano de 1980. Por essa altura, o conceito de aquecimento global ainda era encarado mais como mito do que como um grave problema. O mesmo, no entanto, não acontece quase três décadas depois, quando George W. Bush vem confirmar uma realidade alarmante: “A América é viciada em petróleo”.

O documentário realizado em 2008, intitulado Gas Hole, arranca desta forma, mostrando-nos de seguida o histórico do preço dos combustíveis nos Estados Unidos. Ao longo do documentário, são propostas grandes mudanças, claramente mais sustentáveis. Detalhadamente, é explicado por que razão a nação norte-americana está tão dependente do petróleo.

Mais do que um mero documentário que procura relembrar uma realidade assustadora, Gas Hole almeja representar a dimensão desta ameaça. Assim, o documentário traduz números reais em consequências diárias e explica os motivos por detrás das decisões económicas feitas por multinacionais de petróleo. Os dados de 2011 mostram que o consumo médio de petróleo do país ultrapassava 18,8 milhões de barris por dia, números que colocam os Estados Unidos no topo do consumo de petróleo no mundo, seguido de perto pela China com 9,7 milhões de barris.

Gas Hole revela as políticas das companhias petrolíferas

Antes de mais, Gas Hole explora por que razão a América se tornou no maior importador mundial de petróleo. Ainda que as tendências se estejam a inverter, graças ao recente boom do gás natural, os argumentos apresentados no documentário não são invalidados por esta inversão histórica. Muito pelo contrário.

 

gas-holeGas Hole inicia uma discussão que nos faz olhar sobre as forças económicas e sociais que estão propositadamente a abrandar o processo da transição do petróleo para fontes renováveis de energia. Como o slogan do filme diz, o Gas Hole vai mostrar “o que as empresas petrolíferas não querem que você saiba”, nomeadamente que existem alternativas viáveis aos combustíveis fósseis.

É quase com alguma ironia que este filme tenha saído no mesmo ano em que a América assistiu a esta mudança histórica na exploração de gás natural. O perigo é cada vez mais evidente: a dependência dos Estados Unidos por combustíveis fósseis está cada vez mais cementada. O gás natural não tem um impacto tão negativo como o petróleo, mas trata-se apenas de uma bolha muito frágil que nos deixa respirar… e não por muito tempo. Pela altura em que percebermos qual a verdadeira dimensão das consequências do gás natural, pode ser tarde de mais.

Porque não investir antes em energia solar? O documentário mostra que existem, de facto, várias alternativas, deslindando por isso tecnologias alternativas e novas fontes de energia. Os argumentos são sustentados pelas opiniões de vários especialistas, de diferentes áreas científicas e sociais.

O documentário foi realizado por Scott D. Roberts e Jeremy Wagener e conta com a narração de Peter Gallagher. Em 2009, foi galardoado com o prémio Spirit of Independent no Festival Internacional de Cinema Fort Lauderdale.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *