Home / Clássicos do Cinema /

Guerra das Estrelas: um guia para ver toda a saga

Guerra das Estrelas: um guia para ver toda a saga

 

Para quem só está agora a entrar no universo de Guerra das Estrelas (Star Wars) ou a ponderar navegar por entre as estrelas, decidimos fazer um guia sobre como se devem ver os filmes e séries. Atenção: esta é apenas uma sugestão de visualização, baseada na nossa própria experiência enquanto fãs desta saga. Não significa que seja a forma mais popular.

Para quem não conhece Guerra das Estrelas, é normal que esteja a pensar: então não preciso apenas de ver os filmes pela ordem que saíram? Sim, esse é um modo – talvez o mais defendido – de se ver os sete filmes que saíram da saga até à data. Mas, apesar de esta ser a ordem estabelecida pelo lançamento dos filmes, não significa que seja a ordem cronológica.

Em 1977, George Lucas decidiu que a saga não ia começar pelo seu início mas sim “a media res”, ou seja, a meio. Porquê? A resposta era simples: porque era aí que estava a acção que considerava mais importante e dramática. Assim, a trilogia original corresponde aos episódios IV, V e VI. Os episódios inicias ficaram arrumados numa gaveta, e na mente do criador desta saga, para que um dia mais tarde pudessem ganhar vida.

E de facto os três primeiros episódios ganharam vida mas tal só se sucedeu em 1997. Esta trilogia, menos aclamada e alvo de críticas muito duras, contava a história da ascensão do vilão Darth Vader que, na trilogia original, é o principal antagonista.

Em outubro de 2012, a Disney comprou a Lucasfilm e a história da Guerra das Estrelas ganhou novo fôlego. O Despertar da Força, que chegou aos cinemas no dia 17 de dezembro de 2015, marcou o início de uma nova era. Mais filmes estão para chegar, pelo menos até 2019… e quem sabe se não haverá mais até mesmo depois dessa data? Só a Disney será capaz de responder.

Entretanto, apresentamos o nosso guia de visualização, enumerando a ordem dos filmes, apresentando uma breve sinopse do enredo e apontando em que ano no universo de Guerra das Estrelas acontecem esses eventos.

Guerra das Estrelas: a nossa sugestão

Episódio I – A Ameaça Fantasma

Ano 0. É aqui que tudo começa. Neste filme, passado no ano 0, a Federação Comercial planeia invadir o planeta pacífico Naboo após iniciar um bloqueio comercial. Para resolver o problema, a República Galáctica envia o guerreiro Jedi Qui-Gon Jinn e o aprendiz Obi-wan Kenobi para o Planeta. É entre aventuras e perigos que se cruzam com o pequeno Anakin, uma criança escrava, que trabalha como mecânico e que é forte na Força.

Episódio II – Ataque dos Clones

Ano 10. Passaram-se alguns anos desde os acontecimentos do último filme. Anakin é agora um jovem adulto, treinado por Obi-Wan Kenobi. Juntos, mestre e padawan são enviados para Naboo para proteger a ex-rainha Padmé Amidala. É assim que se inicia um romance entre a antiga rainha e Anakin. Este é, no entanto, um amor proibido, já que as leis dos jedi não permitem que os seus guerreiros mantenham relações amorosas.

A Guerra dos Clones (Filme)

Ano 10. No Episódio II, o plano do sith Darth Sidious resultou e iniciou-se uma guerra civil que provoca caos na República. Embora este evento nunca tenha sido relatado em nenhum dos filmes principais, foi lançado em 2008 um spin-off que mostra a guerra civil na galáxia.

A Guerra dos Clones (Série)

Anos 10 a 12. Tal como o filme de animação, esta série (com 6 temporadas) relata-nos os eventos que aconteceram durante a Guerra dos Clones. Uma excelente oportunidade para conhecer melhor as personagens, entre as quais o próprio Anakin Skywalker.

Episódio III – A Vingança dos Sith

Ano 13. No decorrer da guerra civil, a República está mais fraca e Anakin Skywalker começa a duvidar muitos dos princípios que lhe foram transmitidos pelo seu mestre Obi-Wan Kenobi. Manipulado por Darth Sidious, Anakin acaba por desviar os seus poderes para o lado negro da Força, destrói os Jedi e, após ficar gravemente ferido, ressurge como Darth Vader.

 

Rebels (Série)

Anos 27 e 28. Cinco anos antes dos acontecimentos do Episódio IV, inicia-se uma rebelião contra o Império Galáctico. Esta série televisiva de animação conta com uma nova história assim como novas personagens que, eventualmente, se cruzam com figuras como Darth Vader, a Princesa Leia, Tarkin Moff e Lando Calrissian.

Han Solo: o filme

Ano ?. Este é um projeto ainda em desenvolvimento mas que está confirmado pela Disney: um filme que vai seguir a história de um Han Solo mais jovem e nos vai mostrar, entre outras aventuras, como a personagem se encontrou com o seu amigo Chewbacca.

Rogue One: A Star Wars Story

Ano 32. Apesar de não contarmos em 2016 com um novo Episódio da saga, poderemos ver nos cinemas o primeiro spin-of da Disney com base na saga de George Lucas. Neste filme, poderemos acompanhar um grupo de rebeldes que recebe uma missão muito específica que condiciona a acção do Episódio IV: roubar os planos da nave espacial Death Star.

Episódio IV – Uma Nova Esperança

Ano 32. Luke Skywalker, filho de Anakin, sonha ir para a Academia mas acaba evolvido numa guerra intergaláctica quando o tio compra dois droids e, com eles, uma mensagem da Princesa Leia. De imediato parte numa aventura que muda a sua vida, cruza-se com Obi-Wan Kenobi e trava amizade com Han Solo.

Episódio V – O Império Contra-Ataca

Ano 35. As forças de Darth Vader lançam um ataque contra os membros da resistência, que são obrigados a fugir. Enquanto Han Solo é capturado e enviado para Jabba The Hutt, a quem estava endividado, Luke trava um duelo com Darth Vader e fica a conhecer um segredo sobre o seu passado.

Episódio VI – O Retorno do Jedi

Ano 36. Está em construção uma nova Estrela da Morte. A luta de Skywalker – que liberta Han Solo e a Princesa Leia – com Darth Vader revela um inesperado segredo.

Episódio VII – O Despertar da Força

Ano 66. Rey, uma jovem sucateira abandonada no Planeta de Jakku, vê-se envolvida numa aventura inesperada quando encontra o droid BB-8. Ao lado de Finn, um stormtrooper em fuga, rouba uma nave espacial e cruza-se com Han Solo. É assim que descobrem que as lendas são todas verdadeiras, que a Força existe e que a Nova República está ainda sobre ameaça pelo que resta das forças do Império.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *