Home / Cinema de Aventura /

Tim Burton leva Alice de novo ao País das Maravilhas

alice no país das maravilhas

Tim Burton leva Alice de novo ao País das Maravilhas

by Eduardo Aranha

Tim Burton já provou o seu talento e a sua visão sombria ao longo de trabalhos como Eduardo Mãos de Tesoura, O Estranho Mundo de Jack e Sweeney Todd. No entanto, nunca ninguém pensou que se virasse para os clássicos da Disney  para criar novas histórias, sempre com o seu toque dark a traduzir-se em belíssimos resultados.

Alice no País das Maravilhas, o filme de animação que a Disney lançou em 1951, e que adapta para o grande ecrã a história do livro de Lewis Carroll, mereceu a atenção do realizador norte-americano. O mundo bizarro e estranho, repleto de maravilhas e fenómenos que só existem em sonhos (e pesadelos), começou a ser desconstruído pela mente de Burton.

E se fosse feito um filme onde uma Alice, agora crescida, regressa ao País das Maravilhas? Onde as personagens deixam de ser desenhos animados e passam a vestir a pele de atores conhecidos? Onde o Chapeleiro Maluco é Johnny Depp, a Rainha de Copas é Helen Bonham Carter e Alice a talentosa Mia Wasikowska?

Foi esta a proposta de Burton e a Disney gostou. Em 2010, o filme Alice no País das Maravilhas chega assim aos cinemas e não tarda nada está a ser aplaudido por alguns fãs. Entretanto, houve também quem não gostasse.

Alice está de regresso para salvar o País das Maravilhas

Como disse acima, não espere encontrar neste filme um remake do filme de animação de 1951. Trata-se mais de uma sequela. Alice tem 19 anos de idade, está em Londres e vê-se de súbito confrontada com um dos seus maiores desafios: um homem por quem não sente a mínima simpatia, ajoelha-se e faz a temida pergunta ‘Queres casar comigo?’ em frente a dezenas de convidados numa festa.

618uZRUCKkLAo fugir pelos jardins, encontra a toca do coelho branco, algo que lhe era estranhamente familiar. Curiosa como sempre, espreita e cai, sendo de imediato atirada para o País das Maravilhas, onde já tinha estado quando tinha 7 anos.

Velhos amigos, como o Coelho Branco, os gémeos Tweedledee e Tweedledum e as flores falantes estão à sua espera e cruzam-se com ela pelo caminho. Mais tarde, também o Chapeleiro Louco a encontra, ainda sentado à mesa entre bules e chávenas de chá, acompanhado pela lebre e pelo rato cego.

É aqui que Alice a fica saber do que se passa: uma profecia diz que ‘a verdadeira Alice’ vai matar um terrível monstro da Rainha Vermelha, devolvendo assim o trono à Rainha Branca. A partir daqui, Alice é atirada para uma aventura que a leva a viajar pelo País das Maravilhas e que culmina, no final, com um duelo há muito antecipado.

Em 2012, foi então anunciado que estava a ser preparada uma sequela que contaria de novo com a participação dos mesmos atores do primeiro filme, assim como de novos nomes, como Ed Speelers, Rhys IfansSacha Baron Cohen. Chamar-se-á Alice no País das Maravilhas: Através do Espelho.

Share this article

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *