Home / Filmes de Ação /

O sucesso de Twister e a transição do VHS para o DVD

O sucesso de Twister e a transição do VHS para o DVD

Neste artigo resolvemos falar de um dos fenómenos mais recentes do mundo cinematográfico: os DVD’s. Algures no início deste milénio, as cassetes de VHS começaram a desaparecer, tornando-se cada vez mais escassas e adotando um novo corpo: um pequeno disco, muito leve e que ocupava menos espaço, além de garantir uma imagem com (muito) melhor qualidade. Para usar estes DVD’s foi necessário investir também em aparelhos próprios. Mas quando é que se começou a trocar a cassete pelo DVD?

twister-dvdNos Estados Unidos da América, onde se iniciou esta nova forma de ver filmes, o primeiro filme lançado em DVD foi Twister (Tornado, no título em português). O filme foi um sucesso de bilheteiras, contando a história de dois cientistas rivais que procuram ter a melhor leitura possível daquilo que acontece durante este famoso fenómeno climatérico. Para isso, era necessário colocar um sensor o mais próximo possível do funil do tornado.

O dispositivo usado para captar a intensidade do Tornado chamava-se “Dorothy” (referência ao êxito musical “Feiticeiro de Oz”) e é uma réplica do TOTO, um instrumento usado nos anos 80 pelo National Severe Storms Laboratory. Como inspiração, o filme utilizou iniciativas reais que também estudaram o fenómeno. Falamos, por exemplo, do projeto VORTEX, da década de 70.

O filme Twister conseguiu também a proeza de ser nomeado para dois prémios opostos: juntamente com duas nomeações em categorias técnicas dos Óscares, o filme mereceu uma nomeação dos Razzies para Pior Atriz Secundária e foi “distinguido” com o título de “Pior Argumento a Arrecadar um valor acima dos 100 Milhões de dólares”. Mas o que importa é que a nova era do cinema caseiro tinha sido iniciada, revolucionando novamente a maneira de ver, fazer e, sobretudo, apreciar cinema.

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *