Home / Cinema de Aventura /

7 filmes que terminam com a vitória do vilão

vilão

7 filmes que terminam com a vitória do vilão

Os clichés do cinema habituaram-nos ao típico final feliz: o herói derrota o grande antagonista, casa com a sua apaixonada e vive feliz para sempre. Se pensarmos bem, são muitos os filmes que terminam numa nota semelhante. Temos o caso de Harry Potter, o Senhor dos Anéis ou ainda os filmes de James Bond que, por exemplo, que terminam com uma vitória esmagadora dos heróis.

Todavia, o que acontece quando o vilão ganha? Ainda que este cenário não seja retratado com tanta frequência no ecrã, há cada vez mais realizadores e argumentistas a reconhecer que o choque é uma das melhores estratégias para prender a audiência e gerar discussão. Por isso mesmo, gradualmente vamos assistindo a uma mudança nas histórias: o vilão termina a triunfar sobre os heróis no final das histórias.

Um facto engraçado que percebemos ao escrever este post é que, em quase todos os casos em que o vilão ganha, há uma amargura nessa vitória. É raro encontrar uma vitória que seja plena e feliz, como se sucede com os heróis. Quase como se os vilões não merecessem finais felizes, mesmo quando derrotam os heróis.

Numa homenagem aos melhores vilões da história do cinema, e também às grandes mentes que delinearam tais histórias, apresentamos neste post uma selecção de 7 filmes que terminam com a vitória do antagonista. Avisamos desde já que o nosso post conta com alguns spoilers.

7 filmes que terminam com a vitória do vilão

1 – Chirug – No Country For Old Men

No filme No Country For Old Men, a personagem interpretada por Javier Bardem, Anton Chirurg, consegue chegar ao final do filme vivo e com as suas metas concretizadas: matou os melhores polícias e bounty hunters do país. Mesmo que a personagem aparente ter graves ferimentos na última cena, que indicam que pode vir a morrer eventualmente, esta película sangrenta encerra com um vilão vitorioso.

2 – Joker – The Dark Knight

Ainda que a personagem do Joker – a quem Heath Ledger deu vida – tenha sido capturado no filme, basta olharmos para todo o enredo para percebermos como acabou por ser o grande vencedor da história: ele concretizou tudo a que se tinha proposta. Além de ter feito de Harvey um vilão, forçou o próprio Batman a tornar-se no mau da fita. E o que fez entretanto? Riu-se, como se fosse a maior piada do mundo.

3 – Keyser Söze – The Usual Suspects

Este é um filme que consegue surpreender qualquer espectador porque consegue manter discreto, até ao fim da película, a identidade do vilão. Quando tudo parece resolvido e o responsáveis pelo crime identificados, ficamos a descobrir que o verdadeiro culpado é, afinal, aquele que aparenta não conseguir cometer crime algum… porque está a fingir! Uma excelente interpretação de Kevin Spacey.

4 – Amy Dunne – Gone Girl

O filme Gone Girl é bastante recente e, aquando da sua estreia, deu que falar devido ao vilão que condiciona toda a história. Ou devemos dizer vilã? Anne Dunne consegue enganar tudo e todos, incluindo os espectadores, fazendo-os acreditar que foi morta e que o marido é o verdadeiro responsável pelo seu desaparecimento. No entanto, não passa tudo de uma estratégia que, no final, lhe garante o que queria: que o marido aprendesse uma lição e se mantenha a seu lado.

5 – Hannibal Lecter – O Silêncio dos Inocentes

Neste filme, Hannibal Lecter – interpretado por Anthony Hopkins – é o menor dos problemas. Ou assim parece. Colocada atrás de grades por ser conhecido como um infame serial killer, recebe a visita de uma agente do FBI que pede a sua ajuda para capturar um outro serial killer. É perante esta oportunidade que Hannibal Lecter tece as suas teias para conseguir fazer proveito da situação e escapar ele mesmo da prisão.

6 – John Doe – Se7en

Parece que Kevin Spacey tem uma queda para vestir a pele de vilões. Neste filme vive a personagem de John Doe, um homem que mata as pessoas na ordem dos sete pecados capitais David (Brad Pitt) e William (Morgan Freeman) são os agentes responsáveis por encontrar este assassino. No entanto, quando perseguem o responsável, o assassino mata a esposa de David e envia-lhe como “presente” a cabeça dela. Tomado pela raiva, David acaba por matar o assassino. Como é que o vilão vence a história se está morto? Simples. A sua morte encerra os sete pecados capitais, uma vez que foi cometida por ira.

7 – Império – Star Wars: O Império Contra-ataca

No segundo filme da trilogia original de Star Wars o Império, liderado por Palpatine e Darth Vader, ataca contra os rebeldes que desferiram um golpe na Death Star. O filme encerra com um verdadeiro triunfo dos vilões, capturando Han Solo – que é congelado em carbonite – e a mão de Luke Skywalker é cortada, mesmo antes de descobrir quem é o seu pai. Com uma nota mais negra, o filme encerra com a vitória do mal… que é derrotado na sequela.

   

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *